Desbloqueio de estrada de ligação a Quarteira concluído até junho – Sec. Estado

A continuação da Avenida do Atlântico de Quarteira, hoje inaugurada, está dependente de negociações com a concessionária da EN 125 explicou o secretário de Estado das Infraestruturas, Guilherme d’Oliveira Martins apontando junho como prazo para o desbloqueio do processo.

“Os prazos para desbloquear este processo decorrem do cumprimento do calendário do termo da obra [da EN 125], que é até junho”, explicou Guilherme d’Oliveira Martins apontando que aquela estrada está concessionada à mesma empresa que está a fazer a requalificação da EN 125.

As declarações surgiram após o presidente da Câmara Municipal de Loulé, Vítor Aleixo, ter apelado ao secretário de Estado para que interceda junto da Infraestruturas de Portugal para conseguir desbloquear mais um troço de estrada que permita continuar a avenida.

Pub

A Câmara Municipal de Loulé já tem um estudo prévio da continuação daquela avenida até à chamada rotunda do Vilasol, um troço com mais 1.500 metros.

A Avenida do Atlântico requalificou a principal entrada da cidade com a criação de duas faixas automóveis no sentido Loulé-Quarteira ao longo de 500 metros, a inclusão de uma faixa ciclável, a plantação de mais de uma centena de novas árvores em área ajardinada, iluminação pública, passeios e zonas de passeio.

O projeto contou com um investimento superior a 800 mil euros.

“Estamos muito felizes com esta entrada digna em Quarteira que nos abrange também e que nos facilita a vida e nos dá hipótese de fazer uma caminhada”, disse ao Diário Online/Região Sul, Isabel Pinto, residente na zona do Semino há 30 anos.

Isabel Pinto prevê que a avenida vai ajudar a dar maior fluidez ao trânsito, especialmente no verão com o pico turístico.

Pub

À margem do evento, Vítor Aleixo explicou aos jornalistas que a intenção é conseguir que a avenida continue até à rotunda das Pereiras que faz ligação à via rápida de acesso à A22 mas admitiu que esse é um projeto cujas negociações ainda estão numa fase muito preliminar.

Executivo anuncia investimento na ordem dos 21 milhões de euros para Quarteira

O presidente da Câmara Municipal de Loulé disse hoje que a autarquia pretende investir 21 milhões de euros em Quarteira nos próximos três anos.

O novo Quartel da GNR, um centro cultural e um pavilhão gimnodesportivo são alguns dos investimentos que o autarca elencou.

Investimentos que o executivo considera vitais e transversais às necessidades da população e para continuar a elevar o nível de qualidade de vida daquela cidade com intensa atividade turística.

Pub

“Quarteira já não é a Quarteira dos anos 80”, vincou Vitor Aleixo apontando para uma época em que Quarteira era exemplo nacional de mau ordenamento do território.

O autarca considera que o trabalho realizado nos últimos anos tem vindo a tornar a freguesia mais ordenada e capaz de proporcionar uma boa qualidade de vida aos residentes e aos turistas.

 

Pub
Mais em Sociedade
Baja de Loulé marcada no primeiro dia pelo calor e por desistências de vulto

Como delineado, a Baja de Loulé arrancou com o prólogo com 5,250 kms junto ao Estádio Algarve, permitindo ao público de Faro e Loulé assistir

De Boca em Boca Mértola com mais “Caminhos Contados”

Com o apoio do Ministério da Cultura através do programa Garantir Cultura, e o apoio…

“Bora lá ao Parque!” em Loulé

O Grupo de trabalho da Rede Municipal de Loulé “Cidade Educadora”, com a colaboração da…

Lagoa Wine Experiences 2022 arranca já este sábado

O Lagoa Wine Experiences dá o pontapé de saída sábado, dia 28 de maio, e…