Vilamoura Atlantic Tour com maior participação de sempre

O Vilamoura Atlantic Tour de 2017 é a edição com mais cavalos, mais nacionalidades representadas e mais participantes, destacou hoje o organizador da competição, António Moura.

Até 02 de abril, a competição que decorre no Centro Equestre de Vilamoura recebe cerca de 1000 cavalos, aproximadamente 300 cavaleiros de 38 países. A Coreia do Sul é um dos países que se estreia na competição este ano.

Pub

A Federação Equestre Internacional (FEI) colocou o Vilamoura Atlantic Tour no terceiro lugar do ranking de lugares europeus com mais conjuntos a competir em 2016.

Esta edição tem um total de prémios monetário de 840 mil euros, 24 provas pontuáveis para o ranking Longines da FEI e dois grandes prémios qualificativos para os campeonatos da Europa de 2017 e para o Campeonato do Mundo de 2018.

O cavaleiro português Luís Sabino Gonçalves salientou que esta é uma competição importante para a preparação da próxima temporada, com condições adequadas para a preparação dos cavalos e onde o “fairplay” é vivido dentro e fora das provas entre todos os participantes.

O cavaleiro que ganhou a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de 2016, Philippe Rozier está presente e vai competir com cavaleiros consagrados como Olivier Guillon, Michael Hecart, Marlon Zanotelli, Marc Bettinger, Laura Renwick, Luís Sabino Gonçalves, Mário Wilson, Duarte Seabra, João Chuva.

Presente na apresentação, o presidente da Câmara Municipal de Loulé destacou a importância deste evento não só em termos desportivos mas também para o impacto económico que tem durante a época baixa turística.

Pub

Os dados mais recentes da organização indicam que o evento tem um retorno direto para a região na ordem dos 20 milhões de euros e António Moura salientou que existe um retorno indireto que não está contabilizado.

Organização quer afirmar Vilamoura destino n.º1 do hipismo europeu em 2018

O evento tem vindo a afirmar-se a cada edição e António Moura disse ter agora reunidas condições para que no próximo ano o Algarve seja o destino n.º1 do hipismo europeu. Confiança dada pelo crescente apoio que o evento está a receber, entre os quais o organizador destacou a colaboração do Vilamoura World.

“O sonho agora já é muito próximo da realidade”, afirmou António Moura, explicando que com o apoio do Vilamoura World será possível criar uma dinâmica de eventos hípicos naquele local e criar um calendário contínuo que ligue o Atlantic Tour, entre fevereiro e abril, ao Vilamoura Champions Tour, entre setembro e outubro.

O sonho fica mais próximo da realidade porque a par desta perspetiva se junta a possibilidade de construir a cidade equestre que António Moura já tinha anunciado como um desejo em edições anteriores.

Em resposta aos jornalistas, o organizador da prova explicou que já está em curso a fase de projeto e financiamento de um conjunto de infraestruturas fixas com maior qualidade e conforto aos participantes e visitantes.

Pub
Pub
Mais em Desporto
Baja de Loulé na estrada no próximo sábado e domingo (c/vídeo)

A Baja de Loulé, é a segunda prova mais antiga do calendário do todo-o-terreno nacional e estará na estrada nos próximos sábado e domingo,

GP da Finlândia de MotoGP cancelado devido à ‘situação geopolítica’ – CNN

O Grande Prémio da Finlândia em MotoGP, integrado no Mundial de 2022 de motociclismo de velocidade, foi cancelado devido à «situação

“Night Run Albufeira” está de volta para promover o exercício físico

Será no próximo dia 27 de maio, com ponto de encontro no Pavilhão Desportivo às…

Francisca Rosa
Algarvia Francisca Rosa convocada para Mundiais de natação artística

A atleta algarvia Francisca Rosa, da Portinado, foi convocada para os Mundiais absolutos e para os Europeus juniores de natação artística,