Jornal diariOnline Região Sul

Páscoa “tardia” afeta desempenho do turismo algarvio em março – AHETA

O volume de vendas no setor turístico algarvio registou uma contração de 1,3%  em março deste ano, anunciou hoje a Associação dos Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve (AHETA) que aponta como causa o facto da Páscoa este ano ser celebrada mais tarde.

Em 2016 a Páscoa foi celebrada em março.

Um resultado que não têm impacto significativo na taxa de ocupação por quarto somada desde o início de 2017 que registou uma subida de 4,4%.

Os dados provisórios sobre o desempenho do setor turístico algarvio em março, publicado pela AHETA refere que a taxa de ocupação global média/quarto foi 0,8 pontos percentuais (pp) inferior à registada no ano anterior (-1,4%), tendo atingido os 54,2%.

Os turistas alemães e franceses reforçaram a sua presença na região em março, enquanto os portugueses, os espanhóis e os holandeses protagonizaram as principais descidas.

Por áreas geográficas, as maiores subidas ocorreram em Tavira, com mais 9,5 pp, e Faro/Olhão, com mais 3,4pp. As principais descidas verificaram-se em Vilamoura/Quarteira/Quinta do Lago, com menos 9,1 pp e em Albufeira, com menos 3,3 pp.

Comentários

comentários