Jornal diariOnline Região Sul

Portimão: Comemorações dos 43 anos da revolução arrancam na quarta-feira

O programa das comemorações do 43.º aniversário do 25 de Abril, em Portimão, delineado sob o mote «Abril Cores Mil», vai arrancar amanhã, quarta-feira, 19, encerrando no dia da efeméride.

A agenda será pautada por momentos de reflexão e debate, onde a história, o desporto, a música, o teatro e a literatura assumem um papel de relevo na evocação dos ideais da liberdade e da democracia.

O programa deste ano conta com cerca de 35 iniciativas de diferentes índoles e com o envolvimento de várias entidades dirigido a vários públicos, onde todos têm a sua própria voz.

Assim, na quarta-feira, 19, às 18:00, terá lugar, no auditório do Museu de Portimão, a conferência «A Revolução no Algarve e o Algarve na Revolução: O Caso de Portimão», por Maria João Raminhos Duarte, que abordará a integração do Algarve nos preparativos revolucionários em Portimão e como foram vividos esses momentos.

Na quinta-feira, dia 20, às 21:30, a música estará em evidência na Casa Manuel Teixeira Gomes com um recital por Afonso Dias em homenagem ao cidadão, poeta, compositor e cantor Zeca Afonso.

No dia 21, é tempo de teatro com o espetáculo «Portugal Não é Um País Pequeno», de André Amálio, com uma sessão dedicada para as escolas às 14:30 e outra às 21:30 para o público em geral.

Ainda no mesmo dia, às 18:00, o auditório do Museu de Portimão será palco da conferência «Bíblia, História e Filosofia», por Frederico Lourenço, em colaboração com o Grupo de Filosofia da Escola Manuel Teixeira Gomes.

A comemoração dos 43 anos da democracia termina este dia da melhor forma com o ciclo de conferências «Histórias com História», às 21:30, na Casa Manuel Teixeira Gomes com os convidados João Soares e Horácio Vale César.

Nos dias 22 e 23 de abril, existem uma pluralidade de iniciativas que merecem grande destaque, nomeadamente, no dia 22, o Concurso de «Momentos de Leitura», às 9:30 protagonizado pelos alunos do 1.º ciclo do ensino secundário com a colaboração do Grupo de Trabalho das Bibliotecas Escolares, e também a realização de uma etapa do Campeonato do Mundo de Fórmula 1 em motonáutica, um dos mais emocionantes desportos de alta velocidade a nível mundial, que decorre no estuário do rio Arade.

Ainda no dia 22, das 14:30 às 22:30 e no âmbito das comemorações do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, decorre a iniciativa «Um dia e uma Noite na Pré-História» junto do Centro Interpretativo e Monumentos Megalíticos de Alcalar, com entrada livre.

No dia 24 de abril, merece relevo a inauguração da exposição «Abril Cores Mil» e a entrega dos diplomas aos participantes do concurso que deu origem à imagem do 25 de Abril de 2017, na biblioteca municipal Manuel Teixeira Gomes, às 17:30.

Ainda neste dia, a música é o grande desafio para celebrar a Revolução em Portimão, pelas 21:30, no grande auditório do TEMPO, o concerto comemorativo do 25 de Abril de 1974 «Liberdade», com o Gato Malvado Ensemble e Filipa Sousa, que canta com o Grupo Coral da Casa do Alentejo de Albufeira, organizado pelo Conservatório de Música de Portimão.

No dia 25 de abril, na praça 1.º de Maio e a partir das 9:00, o município evocará o 25 de Abril com a habitual cerimónia do género, seguindo-se a XIII Corrida da Liberdade, que tradicionalmente junta centenas de participantes e tem partida marcada para as 10:00.

Às 10:15, terá lugar a sessão solene, com as intervenções dos representantes dos partidos políticos com assento na assembleia municipal de Portimão, do respetivo presidente e da presidente da Câmara Municipal de Portimão, intercaladas por momentos de poesia, por alunos do ensino secundário de Portimão, e por momentos de música pelo Conservatório de Música de Portimão.

Ainda no dia 25, pelas 15:00, realiza-se a cerimónia de descerramento da placa de identificação da Escola Básica 2.3 José Sobral na Mexilhoeira Grande, organizado pela junta de freguesia da vila. Hora e meia depois, na junta de freguesia de Portimão será lançado o «Livro dos Autarcas da Freguesia de Portimão».

O dia da «revolução dos cravos» termina, às 18:00, no grande auditório do TEMPO, com o lançamento do livro «Palavras de Liberdade: Coletânea de Poetas de Portimão», constituído por 25 autores e quatro ilustradores.

Às cerimónias oficiais do programa junta-se um conjunto de festividades, organizadas pelo movimento associativo, que passam por diversas manifestações desportivas e culturais que poderão ser consultadas em http://vivaportimao.pt/images/2017/Abr/PROGRAMA-FINAL1---072E-17_CMP_25-de-Abril-2017.pdf.

A criação da imagem alusiva às Comemorações do 25 Abril deste ano foi desenvolvida no âmbito do concurso «Abril Cores Mil», implementado pelas bibliotecas escolares do 2.º ciclo do ensino básico das escolas de Portimão, e o cartaz vencedor tem a assinatura da aluna do 6.º F, Joana Duarte, da Escola Básica e Secundária da Bemposta.

Comentários

comentários