Jornal diariOnline Região Sul

Mais de oito toneladas de resíduos eletrónicos recolhidas nas escolas algarvias

As escolas algarvias participantes na 9.ª edição da Geração Depositrão já recolheram mais de oito toneladas de resíduos eletrónicos e pilhas em fim de vida, que serão traduzidas num donativo a entregar à Operação Nariz Vermelho.

A nível nacional, as escolas já encaminharam para reciclagem mais de 254 toneladas de resíduos como máquinas de lavar, frigoríficos, televisões, equipamentos de informática, pequenos domésticos, lâmpadas economizadoras ou pilhas/baterias portáteis, entre outros exemplos.

A tabela é liderada pelas escolas EB 2.3 Damião de Odemira (Beja), com mais de 9,5 toneladas, e EB1 de Cabanas de Tavira (Faro) e EB1 de Loução-Venade (Viana do Castelo), que ultrapassaram as sete toneladas.

“Com mais uma fase de recolhas prevista para o final do ano letivo, o balanço nacional dos dois períodos anteriores é bastante positivo, já que reflete um crescimento de 42%”, refere a ERP Portugal, promotora da iniciativa.

Atualmente, participam cerca de 900 escolas e entidades parceiras, o que corresponde ao envolvimento de mais de 420 mil alunos e 44 mil professores.

“As escolas e entidades Geração Depositrão firmam o seu compromisso com o ambiente e a sociedade, assegurando o tratamento das substâncias nocivas que compõem estes resíduos e a obtenção de matérias-primas através da sua reciclagem, ao mesmo tempo que contribuem para o trabalho da Operação Nariz Vermelho”, frisa a ERP Portugal.

O donativo será atribuído no final do ano letivo e utilizado nas visitas dos «Doutores Palhaços» a 14 hospitais pediátricos, distribuídos pelo país.

Comentários

comentários