Jornal diariOnline Região Sul

Vila Real de Santo António comemora 243.º aniversário da fundação no sábado

Vila Real de Santo António assinala no próximo sábado, 13, o 243.º aniversário da sua fundação com um programa cultural e musical e a habitual sessão solene, que inclui a homenagem a personalidades de mérito do concelho.

No sábado, feriado municipal, as celebrações iniciam-se com o hastear da bandeira, às 9:00 horas, seguindo-se a inauguração do projeto «Parque Aventura», no complexo desportivo vila-realense.

Localizado à entrada da cidade, numa zona de pinhal, a pouco mais de três quilómetros de Monte Gordo, o equipamento é dedicado ao arborismo e permite quer a prática de atividades radicais, quer a prática desportiva num dos principais espaços verdes do concelho.

Pelas 10:30, tem lugar a sessão solene comemorativa, no centro cultural António Aleixo. Durante a cerimónia, será apresentada a nova identidade gráfica da praia de Monte Gordo e será assinalada a passagem da presidência da Eurocidade do Guadiana (composta pelos municípios de Ayamonte, Castro Marim e Vila Real de Santo António) para o município vila-realense.

Este ano, entre as personalidades vila-realenses homenageadas, encontram-se o ciclista Amaro Antunes, o árbitro Nuno Almeida, o historiador Hugo Cavaco e o historiador e académico Horta Correia.

Será ainda distinguida a escola de dança «Splash», pela sua representação além-fronteiras; o Lusitano Futebol Clube, por ocasião do seu centenário; o grupo Cantar de Amigos; as forças policiais do concelho e os órgãos de comunicação com sede no município, nomeadamente o Jornal do Algarve e a Rádio Guadiana.

Durante a cerimónia, serão também entregues diplomas de mérito aos melhores alunos e aos funcionários autárquicos com 18 ou mais anos de serviço.

Também no dia da cidade, a partir das 17:00, o complexo desportivo recebe o torneio de futebol «Amizade Centenário», com equipas do Lus. VRSA, CD Beja e Vit. Setúbal, assim como o torneio de veteranos, que colocará frente a frente o Padel Clube de VRSA e os veteranos do Beira Mar.

A partir das 18:00, tem início o Cortejo Histórico e Etnográfico, cujo percurso, com início no Arquivo Histórico Municipal, percorrerá as principais ruas de Vila Real de Santo António e terminará na praça Marquês de Pombal.

A iniciativa aborda quatro séculos de história, com alguns dos mais importantes episódios que marcaram a identidade do concelho, e faz um retrato cronológico desde a fundação da vila até aos nossos dias.

Ao serão deste sábado, às 21:30, a praça Marquês de Pombal será palco de um espetáculo de fado com Elsa Jerónimo, Nádia Catarro e Renato Nené.

Os festejos do dia da cidade encerram às 23:00, com a companhia de teatro II Acto, que apresentará «O Incêndio», uma recriação histórica que recorda o fogo de 1908 ocorrido nos Paços do Concelho.

Por outro lado, até domingo, a praça Marquês de Pombal recebe a Feira Histórica, entre as 10:00 e as 23:00, e recua à Idade das Luzes, com um conjunto de recriações de época e venda de artesanato e produtos típicos.

Todas as iniciativas têm entrada livre.

 

Comentários

comentários