Loulé: Movimento Algarve Livre de Petróleo promove mais uma vigília

O Movimento Algarve Livre de Petróleo (MALP) anunciou que vai intensificar a luta contra a exploração de petróleo no Algarve, com a realização de uma vigília de protesto, no dia 26 de maio, às 11:00 horas, em frente à Câmara Municipal de Loulé.

De acordo com o movimento, trata-se de uma reação à aprovação, na semana passada, na Assembleia da República, dos projetos de resolução do PS e do PSD, que permitem a continuação da prospeção e da exploração de petróleo em Portugal e da reprovação, pelos deputados do PSD e do CDS, com abstenção dos deputados do PS, da proposta que levaria à suspensão da prospeção de petróleo em Aljezur.

Pub

O MALP lamenta que “o governo da geringonça persista de costas voltadas para a vontade manifestada pelas populações do Algarve e do Alentejo” e insista em “estar do lado das empresas petrolíferas e contra um futuro decente e sustentável das atuais e futuras gerações”.

O Movimento Algarve Livre de Petróleo apela aos grupos, movimentos e associações em luta contra a exploração de petróleo e gás no Algarve e no Alentejo “que saiam da brandura dos bons costumes em que se têm situado”, para confrontar “de forma determinada” o atual governo.

“Para que este possa ter um pouco de vergonha e que ponha fim ao espectro da exploração petrolífera nas regiões do Algarve e do Alentejo”, conclui o MALP.

Pub
Mais em Sociedade
Odemira: Fórum do Território valida Carta de Princípios

A 3ª Sessão do Fórum do Território decorreu no dia 21 de maio, no Jardim…

Núcleo duro: Os 13 jogadores mais importantes da Selecção Portuguesa de Futebol

Sabe quais são os 13 jogadores da seleção portuguesa de futebol de que Fernando Santos não abdica e que estarão, com grande probabilidade, a

O “Vale Encantado” está de volta para comemorar Dia da Criança

O Dia Mundial da Criança em Albufeira vai celebrar-se mais uma vez em grande com…

Homem ferido com gravidade após ser esfaqueado em Albufeira

Um homem foi esta quinta-feira esfaqueado em Albufeira, tendo sido conduzido para o hospital de Portimão com ferimentos graves, disse fonte