Jornal diariOnline Região Sul

PS/Olhão pede renúncia de Luciano Jesus à presidência da junta de freguesia

Luciano de Jesus

A comissão política do PS/Olhão pediu a renúncia imediata de Luciano Jesus ao cargo de presidente da junta de freguesia de Olhão, depois de este ter sido confirmado como candidato independente, com o apoio do PSD, à Câmara de Olhão.

“Esta atitude de Luciano Jesus é inqualificável, dado apenas demonstrar o intuito meramente pessoal na assunção do cargo em causa, contribuindo para o descrédito dos cidadãos nos políticos e na democracia”, assinala o PS/Olhão.

Para os socialistas, o político tem o “dever” de renunciar de imediato às suas funções de presidente da junta de freguesia de Olhão, para a qual foi eleito em 2013 pelo PS, devendo ser substituído pelo segundo eleito socialista.

Luciano Jesus liderou o PS/Olhão até final de maio, quando pediu a demissão e se desvinculou do partido, na sequência do processo de recandidatura de António Miguel Pina à Câmara de Olhão, que foi avocado pela estrutura distrital do partido.

Há duas semanas, o antigo militante socialista anunciou uma candidatura independente à presidência da câmara olhanense e, na passada quarta-feira, o PSD confirmou que lhe dará o seu apoio nas eleições Autárquicas de 1 de outubro.

“Se ainda resta alguma ética democrática a Luciano Jesus, este compreenderá que quem ganhou as eleições para a junta de freguesia de Olhão foi o PS e deve ser este partido a governar”, acrescenta o PS/Olhão, agora liderado por Esmeralda Ramires.

Comentários

comentários