Inframoura continua a apostar na mobilidade rumo a uma “smart city”

É notório que a Inframoura tem vindo a investir em projetos que visam a melhoria das condições de mobilidade dos utentes do espaço público, pelo que nesse sentido, este Verão está implementado um projeto, contemplando várias fases, que alia a tecnologia à gestão do espaço público, com especial enfoque na circulação rodoviária no 'Anel dos Hoteis'.

Pronto para entrar em funcionamento esta semana, já próximo dia 13, está o equipamento de controle de acessos na interseção da Avenida Tivoli com a Avenida da Marina (junto ao Mc Donalds) constituído por um pilarete retrátil que irá permitir uma gestão inteligente dos acessos, através do reconhecimento de matrículas, previamente autorizadas, como é o caso de serviços públicos e de emergência.

Pub

Saliente-se que este equipamento visa mitigar o problema gerado pela contínua e repetida circulação (efeito de rotunda) na Avenida da Marina e Avenida Tivoli (Anel dos Hotéis) na época alta do turismo, das 19h às 2h, pelo que desta forma pretende-se contribuir para a diminuição de filas de trânsito nestas avenidas e na Rua do Sol. O equipamento, instalado de forma integrada com o sistema informático de gestão de tráfego “smartguard”, deverá representar uma melhoria no acesso ao centro de Vilamoura, o qual tem sido nos últimos anos um verdadeiro calvário em particular para os taxistas.

Com início de funcionamento previsto para dia 20 de julho, foi implementado o sistema semafórico inteligente na avenida João Meireles, junto ao entroncamento com a avenida da Praia da Falésia, o qual irá permitir uma retenção do trânsito antes da zona mais central de Vilamoura, sendo que a diminuição das velocidades praticadas e a promoção de cadências na chegada ao centro, onde se verificam os maiores constrangimentos, irá contribuir para algum descongestionamento no acesso a essa área.

Na opinião de Fátima Catarina, presidente da Inframoura “perspetiva-se, para breve, uma grande afluência a Vilamoura. Qualquer medida que vise prevenir o transtorno do trânsito, é positiva. Temos consciência de que isso não vai chegar para resolver o problema, mas irá, certamente, contribuir.”

Recorde-se que já anteriormente, a Inframoura implementou a requalificação do sistema semafórico na interseção da Estrada de Quarteira com a avenida Carlos Mota Pinto, bem como uma passadeira inteligente no atravessamento da Estrada de Quarteira junto à Escola EB 23 D. Dinis, cuja requalificação consistiu na melhoria do sistema de detetores de tráfego e de peões, através da introdução de tecnologia inovadora com capacidade de gestão remota.

Adianta ainda a Inframoura em comunicado que outras fases do projeto se encontram em estudo, sendo que todas estas soluções tecnológicas visam uma gestão integrada do espaço público, aproximando Vilamoura de uma verdadeira abordagem “smart city”.

Pub

Pub
Mais em Sociedade
Baja de Loulé marcada no primeiro dia pelo calor e por desistências de vulto

Como delineado, a Baja de Loulé arrancou com o prólogo com 5,250 kms junto ao Estádio Algarve, permitindo ao público de Faro e Loulé assistir

De Boca em Boca Mértola com mais “Caminhos Contados”

Com o apoio do Ministério da Cultura através do programa Garantir Cultura, e o apoio…

“Bora lá ao Parque!” em Loulé

O Grupo de trabalho da Rede Municipal de Loulé “Cidade Educadora”, com a colaboração da…

Lagoa Wine Experiences 2022 arranca já este sábado

O Lagoa Wine Experiences dá o pontapé de saída sábado, dia 28 de maio, e…