Salir do Tempo

“Salir do Tempo” leva recriação histórica da reconquista ao interior do Algarve

De 21 a 23 de julho, a vila de Salir recua ao período da Reconquista aos Mouros para três dias de recriação histórica tendo como cenário aquela que foi uma das praças-fortes de então. “Salir do Tempo” propõe um programa variado onde não irão faltar cortejos, torneios de armas, teatro, gastronomia, jogos tradicionais, música, artes circenses e muito mais, tudo com o enquadramento histórico do Reinado de D. Afonso III.

Salir do Tempo

Serão vários os momentos recriados ao pormenor, desde as cenas bélicas até os períodos de paz onde a vivência quotidiana será reproduzida por centenas de figurantes. Reis, cavaleiros, escudeiros, gente do povo, do clero e da nobreza, damas de boa e má fama, bailarinas da dança do ventre, trovadores, bobos, malabaristas, todas as classes sociais das três culturas – Cristã, Muçulmana e Judaica – serão protagonistas.

Pub

Exposições de falcoaria, dromedários, passeios de póneis, concertos de música medieval e recriações teatrais como “Cortejo Mourisco de Ibn Mahfuz”, “Juízo de Alá”, “Família de Mohamed Pão Duro Invade as Tabernas”, “A Pedra da Moura Encantada”, “Lavadeiras D’el Rei procuram Cavaleiros“, “Cortejo da vitória de D. Afonso III e D. Paio Peres Correia” ou “Cortejo das Tochas pela alma dos guerreiros” serão alguns dos momentos que podem ser vistos um pouco por todo o recinto.

Salir do Tempo

O recinto estará bem definido por zonas: de um lado o acampamento militar de D. Paio Peres Correia, com uma exposição de máquinas de guerra, e por outro lado, o acampamento militar mouro e harém de Ibn Mahfuz. Haverá ainda o Castelo dos Infantes e Petizes (área infantil com o carrossel), ruas e vielas de artesãos e mercadores, a Praça dos Artistas e o Pátio dos Casamentos Clandestinos e Alguns Acasalamentos.

Já nas Praças das Beberagens e do Sustento, a gastronomia, enquanto herança cultural, será outro dos atrativos desta recriação. Para além das ementas, aqui até mesmo os utensílios como pratos ou copos serão apresentados em materiais da época.

Os visitantes poderão também encarnar o espírito da Idade Média através do vestuário da época. Nesse sentido, será possível alugar fatos confecionados com os modelos e materiais de então.

Pub

Promover o sentimento de pertença e o orgulho cívico da comunidade local, promovendo o espírito de cidadania, a imaginação criativa a partir da compreensão e conhecimento da importância histórica do território, contribuir para o contínuo desenvolvimento cultural de Loulé, através da valorização do seu património material e imaterial, e contribuir para o posicionamento do Concelho, enquanto destino turístico e cultural, através da sua diferença e autenticidade e pela oferta de novas experiências são os principais objetivos deste evento.

Salir do Tempo

As portas do “Salir do Tempo” abrem diariamente às 19h00. O preço das entradas é de 3€ (Bilhete Diário) e 5€ (Bilhete Festival).

Pub
Mais em Artes & Espetáculos
Albufeira: Dia do Autor Português com “21 poetas para o sec. XXI”

É com o “Recital de Poesia XXI: 21 poetas para o século XXI” que Albufeira…

Alunos de artes expõem em Quarteira

“Identidades – exposição dos alunos de Artes Visuais do Agrupamento Drª Laura Ayres” é o…

teatromosca
Faro: teatromosca leva «Maridos» ao CAPa no final de maio

Maridos», uma criação de Pedro Alves a partir do filme homónimo de John Cassavetes, produzida pela companhia teatral teatromosca, vai passar

Nelson Conceição
Acordeonista Nelson Conceição lança livro com obra transcrita do álbum «Descobrindo-me»

O acordeonista e compositor algarvio Nelson Conceição vai lançar o livro com a obra transcrita do álbum discográfico «Descobrindo-me»,