Jornal diariOnline Região Sul

Pedro Domingos no pódio do Nacional de Ralicross em Montalegre

Não fosse uma partida algo ‘atribulada’ na Final e muito provavelmente, o jovem piloto algarvio Pedro Domingos não teria de se contentar com o 2º lugar na quinta prova do Campeonato Nacional de Ralicross, que se disputou este fim de semana, no mítico Circuito de Montalegre.

Competindo em mais uma pista que não conhecia, o jovem piloto algarvio rubricou a volta mais rápida, sendo um exemplo claro de que poderia vencer a jornada de Trás-os-Montes. De qualquer modo, o segundo lugar foi muito positivo para Pedro Domingos relançar o campeonato, no qual está agora na terceira posição quando ainda faltam disputar duas provas: em Mação e novamente em Montalegre.

De facto o petiz Pedro Domingos está a surpreender os aficionados pelo desporto automóvel, dado que, apesar de se estrear este ano no Campeonato Nacional de Ralicross da Categoria Super Iniciação, tem imposto um ritmo muito forte e já é apontado pelos seus próprios adversários como um dos favoritos à vitória nas provas que realiza.

Na quinta prova do campeonato, o jovem com apenas 14 anos de idade continuou a afirmar que para si o mais importante esta época é aprender o máximo possível, venceu a fase das mangas de qualificação com duas vitórias, um segundo lugar e sempre com a volta mais rápida, o que garantiu a pole-position para a Final.

Precisamente na Final, a partida foi algo ‘atribulada’ e Pedro Domingos caiu para a quinta posição, porém, sem baixar os braços, na terceira volta o piloto de Loulé já tinha recuperado até ao segundo lugar e com um ritmo forte – rubricou mesmo a volta mais rápida – ‘correu atrás do prejuízo’ para ainda tentar vencer, mas o tempo perdido na partida viria a relevar-se crucial para que visse a bandeira xadrez na segunda posição, atrás de Rafael Rocha.

“A partida na Final não correu bem. Mas fui segundo classificado, com a volta mais rápida, o que para mim é muito positivo e revelador da minha evolução, pois é a primeira vez que estou a disputar o Campeonato Nacional de Ralicross. Depois, nesta prova, sem conhecer a pista, estive sempre forte nas mangas, ao vencer duas e ao ser segundo noutra, pelo que garanti a pole-position para a Final. Tudo isto me motiva para continuar a trabalhar com a minha equipa Luz Developpement que tem feito um excelente trabalho. E agradeço naturalmente à minha família por me apoiar num desporto que tanto gosto e por ter feito cerca de 1500 quilómetros entre o Algarve e Montalegre para estar presente nesta prova, para além de mais 1500 quilómetros para poder treinar no fim de semana anterior”, comentou Pedro Domingos no final da prova transmontana.

Após um período de ferias, o Campeonato Nacional de Ralicross regressa nos dias 9 e 10 de setembro, para disputar a sexta e penúltima jornada, que se realizará no Circuito de Mação.

Comentários

comentários