Estudo: Portugueses mais convencidos pelos veículos elétricos e híbridos

De acordo com o Observador Cetelem Automóvel 2017, os portugueses têm uma opinião positiva em relação às viaturas elétricas e híbridas, atribuindo respetivamente 7,1 e 7,4 a este tipo de veiculos, numa escala de 0 a 10.

Nas últimas semanas, os governos francês e britânico anunciaram o fim da venda de veículos a diesel e a gasolina até 2040. Estão os portugueses preparados para uma mudança semelhante?

Pub

De facto as questões ambientais preocupam cada vez mais os europeus. Os consumidores portugueses têm, em média, uma perceção negativa em relação às tradicionais motorizações a diesel e a gasolina. Os números do Observador Cetelem Automóvel 2017 indicam que para 84% dos portugueses os automóveis a diesel e gasolina são sinónimo de poluição, face aos 70% de consumidores dos restantes países europeus com a mesma opinião.

Ainda assim, os dados publicados pelo Observador Cetelem Automóvel 2017 referem que apenas 7% dos portugueses considera o nível de poluição e impacto ambiental um critério importante no momento da compra de um veículo, sendo, por este motivo, necessário encontrar formas que minimizem esta disparidade entre as viaturas que os portugueses admiram e as que compram.

Pedro Ferreira, diretor da área automóvel do Cetelem diz que: «Neste momento, observamos que a preocupação ambiental ainda não é tão relevante para os portugueses como o preço ou o consumo de combustível na hora de comprar um veículo. No entanto, a associação entre viaturas e poluição, acompanhada por uma opinião bastante favorável sobre carros amigos do ambiente, são indicadores de que se está a desenvolver uma consciencialização ambiental em linha com as tendências atuais e futuras do setor automóvel».

As análises e previsões do Observador Cetelem foram realizadas em colaboração com as empresas de estudos e consultoria BIPE/ TNS Sofres. Os inquéritos quantitativos aos consumidores foram realizados em quinze países – África do Sul, Alemanha, Bélgica, Brasil, China, Espanha, Estados Unidos da América, França, Itália, Japão, México, Polónia, Portugal, Reino Unido e Turquia. No total, foram inquiridos, em 2016, mais de 8 500 proprietários de automóveis.

Pub
Mais em Economia
Esperio: O banho de sangue de Wall Street pode abrir caminho para a Europa

A ameaça de um declínio perceptível nos lucros corporativos devido à escassez de dinheiro livre induzida pela inflação para os consumidores

Inflação atinge recorde de 8,1% na UE

Taxa de inflação homóloga da zona euro manteve-se estável nos 7,4% em abril, face a março, segundo informa o Eurostat.

Lagos recebeu empresários brasileiros com vista a futuras parcerias

A cidade de Lagos foi um dos pontos de passagem da delegação da missão ACIB…

Associação Empresarial de Sines e Porto de Luanda assinam protocolo

A Associação Empresarial de Sines (AES) e o Porto de Luanda assinaram um Protocolo de…