Jornal diariOnline Região Sul

Três concelhos algarvios ganham viaturas e novas equipas de sapadores florestais

Comitiva de São Brás de Alportel recebe chave da viatura das mãos de António Costa

Os concelhos algarvios de Monchique, São Brás de Alportel e Aljezur vão ter novas viaturas e equipas de sapadores florestais, cujas funções passarão por limpar a floresta durante o inverno e reforçar a vigilância no verão.

A cerimónia de apresentação das 20 novas equipas de sapadores florestais - depois de as respetivas candidaturas, oriundas de todo o país, terem sido aprovadas pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas - decorreu ontem, em Oliveira do Hospital.

A cerimónia contou com a presença do primeiro-ministro, António Costa, do ministro da Agricultura, Capoulas Santos, e do secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural, Miguel Freitas.

No Algarve, foram aprovadas as propostas da ASPAFLOBAL - Associação dos Produtores Florestais do Barlavento Algarvio, para o concelho de Monchique, da Câmara Municipal de São Brás de Alportel e da Terras do Infante - Associação de Municípios, para Aljezur.

O governo garante o apoio financeiro que permitirá fazer face, durante os primeiros cinco anos, às despesas necessárias para a constituição de uma equipa de cinco sapadores florestais municipais.

Esta equipa trabalhará durante todo o ano na gestão e defesa da floresta, desenvolvendo trabalhos de manutenção e limpeza, e também de vigilância durante o período crítico de prevenção de incêndios florestais.

Atualmente, existem cerca de 290 equipas de sapadores florestais, mas António Costa garantiu que o objetivo passa por chegar às 500 em 2019.

Paralelamente, foram ainda entregues 20 viaturas de primeira intervenção para combate a incêndios florestais e diversos equipamentos a 44 equipas, cujos meios estavam já incapazes, representando um investimento de 1,3 milhões de euros.

“Esta é uma conquista muito importante para São Brás de Alportel, porque vem reforçar a nossa capacidade de defesa da floresta e de proteção das nossas populações. O nosso plano de ação de prevenção de incêndios está a partir de agora ainda mais reforçado, o que nos deixa muito satisfeitos”, sublinhou, em comunicado, o presidente da Câmara Municipal de São Brás de Alportel, Vítor Guerreiro.

“A floresta precisa de todo o nosso esforço e de todos os cuidados na sua defesa. Num concelho em que três terços do território são constituídos por área serrana, onde o património natural é uma das nossas maiores riquezas e potencialidades, a prevenção é a nossa maior prioridade”, concluiu o autarca são-brasense.

Comentários

comentários