Mariza e Tomatito no Festival de Lucía

Mariza e Tomatito são os destaques da agenda musical do Festival de Lucía, evento de homenagem a Paco de Lucia, que se alarga este ano novos espaços da vila de Castro Marim, entre 18 e 19 de agosto, contando igualmente com o cineasta espanhol Carlos Saura.

Tomatito, grande guitarrista de flamenco, é o artista convidado para o primeiro dia do festival, com palco no Revelim de Santo António, pelas 22:00 horas.

Pub

Dedicado à arte da guitarra flamenca, Tomatito foi descoberto por Camarón de la Isla, a quem acompanhou durante os últimos 18 anos da sua vida. Atualmente, é um dos mais conceituados músicos de flamenco, tendo já atuado ao lado de nomes tão importantes, como Paco de Lucia, Elton John e Chick Corea.

No dia 17 de agosto, antes do grande concerto em Castro Marim, Tomatito fará uma «Serenata a Lucía», em Monte Francisco, uma homenagem à mãe de Paco, Luzia Gomes, natural daquela localidade do concelho castromarinense.

No dia 19 de agosto, o Festival de Lucía recebe a sua madrinha e embaixadora, a fadista Mariza, com o seu concerto «Mundo», pelas 22:00, no campo de futebol de Castro Marim.

Os bilhetes para os dois concertos estão à venda em vários locais do concelho e na rede de bilheteiras BOL.

Pub

Além da música, o Festival de Lucía, que pretende homenagear “o eterno génio da guitarra e mestre absoluto do flamenco contemporâneo”, abraçou este ano outras expressões artísticas.

Na Casa do Sal estará patente a exposição «Memória de Paco de Lucía», uma exposição virtual dedicada à vida e obra do genial guitarrista.

A pintura e a fotografia serão representadas pelo realizador Carlos Saura, que fará, durante os dois dias, uma interpretação artística do festival. Saura dirigiu o filme «Carmen» (1983), com um elenco onde também entrou Paco de Lucía.

Num âmbito mais formativo, o Festival de Lucía acolhe, no dia 19, a partir das 18:00, duas masterclasses. A primeira, pelo jornalista e crítico musical Nuno Galopim, com o tema «Eurovisão: O artista e a Promoção da sua Geografia», e a segunda, «Guitarras do Mundo», por Henrique Vieira, guitarrista e professor de Educação Musical e de Espetáculo e Multimédia, explorando as guitarras acústicas, abrindo um vasto leque de possibilidades através da utilização e fusão de técnicas que, normalmente, não estão relacionadas com determinados géneros musicais.

Enlaçados ainda com o Festival de Lucía estão as atuações do projeto Amar Guitarra, em Vila Real de Santo António, e da Academia Gracia Diaz, em Altura.

Pub

O Festival de Lucía é um apoiado pelo PO CRESC ALGARVE 2020, com uma taxa média de cofinanciado a 60% pelo FEDER, durante dois anos.

No âmbito do Festival de Lucía, está inserido o Festival de Guitarras, comparticipado pelo INTEREGG V A.


Pub
Mais em Artes & Espetáculos
Banda “Os Naira” no Auditório Municipal de Albufeira

Os Naira voltam a surpreender os albufeirenses, desta vez com uma atuação aberta ao público,…

Cineteatro Louletano garante apoio para quadriénio 2022 – 2025

O Cineteatro Louletano acaba de ver garantido um apoio de 200 mil euros anuais para…

Música e literatura do Algarve nas comemorações dos 150 anos de Ernesto Korrodi

A música e literatura “made in Algarve” vão marcar presença, em Leiria, nas comemorações dos 150 anos do nascimento de Ernesto Korrodi

Ana Vitória
Ana Vitória estreia hoje «Encruzilhada» no Teatro das Figuras

A coreógrafa, performer e artista visual brasileira Ana Vitória estreia hoje, terça-feira, 24, no Teatro das Figuras, em Faro, a instalação