Hospital de Faro

Ana Paula Gonçalves é a nova presidente do Centro Hospitalar Universitário do Algarve

Ana Paula Gonçalves, antiga presidente do conselho de administração do Hospital de Faro, foi hoje nomeada pelo governo para o cargo de presidente do conselho de administração do Centro Hospitalar Universitário do Algarve (CHUA).

De acordo com o comunicado do conselho de ministros, a jurista reformada será acompanhada, na gestão do CHUA, pelos vogais executivos Mahomede Americano, Hugo Nunes, Helena Leitão e Maria Filomena Martins.

Pub

O novo modelo hospitalar para o Algarve, que entrou esta quinta-feira em vigor, é composto por quatro polos: duas unidades hospitalares (uma em Portimão/Lagos e outra em Faro), o Centro de Medicina Física e Reabilitação do Sul (CMFRS), em São Brás de Alportel, e um polo de investigação e de ligação com a Universidade do Algarve.

O objetivo é aumentar a atratividade do CHUA para que possa receber mais médicos, enfermeiros e outros técnicos de saúde, reforçando a ligação à UAlg para fortalecer e potencializar o curso de Medicina, oferecendo aos profissionais de saúde “uma oportunidade de crescer também no plano de investigação e dessa maneira criar uma estrutura hospitalar forte, atrativa e dinâmica”, sublinhou a Administração Regional de Saúde (ARS) do Algarve, em comunicado.

O novo conselho de administração do Centro Hospitalar Universitário do Algarve inicia funções no dia 1 de setembro.

Pub
Mais em Saúde
Alvor é palco de “Caminhada Pelo Coração”

De forma a assinalar o mês de maio sob o mote “o mês do coração”, será promovida uma caminhada  em Alvor, uma das freguesias da cidade.

Europa continua em alerta vermelho no mapa europeu das infeções de Covid-19

Portugal, França e Itália mantêm o nível máximo de infeções de COVID-19. A Espanha continua…

EUA confirmam primeiro caso de varíola do macaco em 2022

Sintomas da doença incluem febre, dor de cabeça, dores musculares, dores nas costas, calafrios e…

Sobe para 14 o número de casos de varíola dos macacos no país

Há ainda outros dois casos suspeitos de Monkeypox, que se encontram sob análise.