Loulé: Aleixo pede mais quatro anos de “confiança”. Graça fala em “oportunidade perdida”

O combate pela Câmara Municipal de Loulé, uma das principais do Algarve, faz-se, acima de tudo, entre PS e a coligação PSD/CDS-PP/MPT.

Loulé, situado no centro da região, é o maior concelho do Algarve. Com nove freguesias e mais de 70 mil habitantes, estende-se da costa à serra. Um concelho com a particularidade de possuir duas cidades, Loulé e Quarteira.

Pub

Quinta do Lago e Vale do Lobo e Vilamoura são dos destinos mais conceituados e procurados do país. A cidade de Loulé, situada em pleno Barrocal, faz a ponte entre o litoral e a serra.

Vítor Aleixo, atual Presidente da Câmara Municipal de Loulé volta a encabeçar a lista socialista, com o intuito de manter a autarquia nas mãos do PS.

Com o lema “Renovar a Confiança e Continuar a Servir as Pessoas”, o candidato explica que o programa que apresenta tem como áreas fundamentais a economia do mar, a coesão social, políticas ambientais, o turismo tradicional e o turismo alternativo ligado e ao artesanato e à natureza.

Entendo ser benéfico a continuação deste executivo para continuar este trabalho porque quatro anos não são suficientes para concluir.

A coesão social é um objetivo que Vítor Aleixo pretende reforçar através da criação de novas formas de apoio social às famílias carenciadas do concelho.

Pub

A estratégia de adaptação local às alterações climáticas que tem vindo a ser desenvolvida no concelho é, segundo Vítor Aleixo,

um ponto que veio para a nossa agenda e que não irá sair nos próximos anos e isso irá ter consequências cada vez mais visíveis ao nível do dia-a-dia do município.

A Coligação “Todos pelo Nosso Concelho”, apoiada por PSD, CDS-PP e MPT, tem José Graça como cabeça de lista. Graça tem o objetivo de retomar uma autarquia que já foi Social-democrata.

A candidatura de José Graça defende o apoio às empresas e ao empreendedorismo, a par de um crescimento sustentável, como bases para voltar a impulsionar um desenvolvimento equilibrado no concelho.

O mandato autárquico socialista que termina em outubro próximo, foi uma oportunidade perdida no desenvolvimento do concelho, caracteriza-se por ter sempre sobrado em dinheiro o que tem faltado em capacidade de gestão autárquica e de investimento.

O apoio aos diferentes movimentos associativos culturais, desportivos e recreativos do concelho, a eliminação da derrama e apoio técnico a empresas das diversas associações empresariais do concelho, são também compromissos assumidos com esta candidatura.

José Graça assumiu a liderança da lista “Todos pelo Nosso Concelho”, depois de em Abril, Joaquim Guerreiro (recentemente falecido) ter recusado o convite do PSD, para ser o rosto candidato à autarquia.

Pub

À Câmara Municipal de Loulé, são ainda candidatos, Joaquim Sarmento Guerreiro, pelo Bloco de Esquerda (BE) e António Vairinhos Martins pela CDU.

A campanha em Loulé promete aquecer, tendo em conta os desafios mútuos para a realização de um debate público entre os candidatos. José Graça lançou o repto a Vítor Aleixo para um frente-a-frente. Aleixo respondeu com a proposta de um debate que envolva todas as forças políticas envolvidas na eleição de1 de outubro de 2017, para os órgão autárquicos de Loulé.

Em 2013, da contagem dos votos das eleições autárquicas resultou a eleição de Vítor Aleixo e mais quatro vereadores socialistas que obtiveram 48,34% dos votos do concelho. O PSD apresentou-se na altura com uma candidatura encabeçada por Hélder Martins que obteve 34,94% dos votos dos eleitores do concelho e elegeu quatro vereadores municipais.

Pub
Mais em Política
Aprovada proposta do PSD para contratação de estrangeiros

O Parlamento aprovou uma proposta do PSD, subscrita pelos deputados eleitos pelo Algarve, que vai…

Semana de trabalho de quatro dias foi debatida

Iniciativa do Livre teve o votação favorável do PS, BE, PCP, Iniciativa Liberal e PAN….

PS Faro Inicia visitas ao setor associativo de Faro

O Partido Socialista Faro iniciou visitas às associações do Município de Faro com o intuito…

Hospital
OE: Parlamento requer decisão do Governo sobre Hospital Central do Algarve até setembro

Os deputados da comissão parlamentar de Orçamento e Finanças aprovaram ontem, terça-feira, uma proposta do PS que incita o governo a decidir,