Jornal diariOnline Região Sul. O seu portal de notícias Algarve e Alentejo Portugal

Quatro concelhos recebem 10.º Festival de Órgão do Algarve em novembro

Ton Koopman

A 10.ª edição do Festival de Órgão do Algarve, promovida pela Associação Cultural Música XXI, vai percorrer os concelhos de Faro, Portimão, Loulé e Tavira com dez concertos distribuídos por várias igrejas, entre 3 e 25 de novembro.

Portimão acolhe o concerto inaugural do Festival de Órgão do Algarve, a 3 de novembro na Igreja Matriz, com o organista António Esteireiro e a participação do Coral Adágio dirigido pelo maestro António Alves. Em conjunto, apresentarão uma obra do compositor alemão Heinrich Schütz inspirada num salmo religioso.

O concerto seguinte na Igreja Matriz de Portimão tem lugar a 10 de novembro, com a organista Daniela Moreira. Com obras de carácter bastante vivo e contrastante, o programa colocará à prova as potencialidades deste órgão de tubos.

A Igreja Matriz de Boliqueime, no concelho de Loulé, recebe a 17 de novembro o primeiro dos concertos de órgão no local, com o organista Daniel Oliveira e o violinista Alexêi Tolpygo, que apresentarão obras predominantemente italianas e na forma de sonatas, adaptadas a este duo instrumental.

O organista André Ferreira apresenta-se, no dia 24, na Igreja Matriz de Boliqueime, com um programa intitulado «O canto dos pássaros».

Em Tavira, a Igreja da Misericórdia acolhe a 17 de novembro o organista André Ferreira para um programa de concerto contrastante que versará «O sacro e o profano no barroco italiano».

Na semana seguinte, em 24 de novembro, o órgão da Igreja de Santiago ecoará pelas mãos da organista brasileira Elisa Freixo, que apresentará obras de compositores menos conhecidos.

Os concertos em Faro iniciam-se em 4 de novembro na Igreja do Carmo, com um concerto a solo pelo organista António Esteireiro, enquanto em 18 de novembro, no mesmo local mas agora no formato de música de câmara, tem lugar a apresentação de Daniel Oliveira e Alexêi Tolpygo (órgão e violino barroco).

Na Sé de Faro, o órgão histórico soará a 11 de novembro com um concerto único do conceituado maestro e músico holandês Ton Koopman, considerado por muitos o melhor organista da atualidade.

Fascinado pela música clássica e barroca, tendo-se fixado particularmente em Johann Sebastian Bach e Dietrich Buxtehude, ouviremos a mestria na execução de algumas obras destes compositores.

O encerramento do festival ficará a cargo de Elisa Freixo, na Sé de Faro, em 25 de novembro. A organista brasileira tem uma das mais importantes carreiras no Brasil e é responsável pela série de concertos no órgão histórico instalado na Sé de Mariana, instrumento que é considerado gémeo do órgão da Sé de Faro.

Todos os concertos realizam-se às 21:30 horas e são de entrada livre.

O Festival de Órgão do Algarve 2017, organizado pela Associação Cultural Música XXI, conta com os apoios da direção regional de Cultura do Algarve e dos municípios envolvidos.

Exit mobile version