Jornal diariOnline Região Sul

5.000 pessoas participaram na Mamamaratona 17

A 17ª edição da Mamamaratona (MM 17), que se realizou ontem, dia 8 de Outubro, na Antiga Lota da Zona Ribeirinha de Portimão, reuniu com espírito solidário, cerca de 5000 pessoas, numa organização da Associação Oncológica do Algarve (AOA), em parceria com a Câmara Municipal de Portimão (CMP) e com a Associação de Atletismo do Algarve (AAALG).

O evento integrou uma Marcha/Corrida (8 kms) inscrita no Calendário Regional de Marcha e Corrida do Algarve, do Instituto Português de Desporto e Juventude (IPDJ), bem como a realização da 5ª Mini Mamamaratona (10 kms) e a 6ª Meia Mamamaratona (21 kms), em colaboração com a AAALG.

É de salientar que, além da MM 17 estar integrada no “Outubro Rosa”, uma campanha internacional de consciencialização da população, para a importância do diagnóstico precoce do cancro da mama e a prevenção do cancro em geral, tem o objetivo de sensibilizar para a prática de um estilo de vida saudável e de angariar fundos para a obra da AOA, em prol do doente oncológico.

Sendo a saúde uma vertente fundamental desta iniciativa, além dos habituais exercícios de aquecimento e de relaxamento, também houve lugar a rastreios gratuitos de colesterol, glicemia, tensão arterial e explicações acerca de como realizar o autoexame da mama.

Antes da partida, a Presidente da AOA, Dra. Maria de Lurdes Santos Pereira fez as honras da casa iniciando as alocuções, a que se seguiram o Presidente da AAALG, Jorge Santos, o Diretor Regional do IPDJ, Custódio Moreno e a finalizar a presidente da CMP, Isilda Gomes.

O evento contou com a participação de atletas nacionais e internacionais como Ana Cabecinha, Ana Dias, Carlos Cabral, Elly van Hulst, Ezequiel Canário, Jorge Costa e Truus Zandstra.

Tendo em conta o bom tempo que se fez sentir, no final muitos participantes ainda conseguiram prolongar o exercício físico e darem uns passinhos de dança, ao som do artista convidado Xico Barata.

Em comunicado, a AOA, deixa um profundo agradecimento a todos os intervenientes e a todas as pessoas que colaboraram voluntariamente para a concretização da Mamamaratona 17, deixando a promessa que para a próxima edição vai continuar a sensibilizar o maior número de participantes de modo a formar novamente um “exército solidário” e, fazerem assim, parte deste movimento em prol de uma causa, que é de todos.

Comentários

comentários