Scotland Yard na pista de uma mulher da Europa de Leste

A  polícia metropolitana de Londres, Scotland Yard, continua empenhada na Operação ‘Grange’ que investiga o desaparecimento de Madeleine McCann da Praia da Luz, no Algarve, depois do Governo do Reino Unido ter cedido uma verba de mais 175 mil euros para que a investigação prossiga, agora que se sabe que a “pista significativa” que está a ser seguida recai sobre uma mulher da Europa de Leste.

Esta alegada testemunha, vista como “chave” para o caso, estaria a viver numa residência vizinha ao resort na Praia da Luz, donde se deu o desaparecimento da menina. De acordo com notícias avançadas pelos jornais The Sun e Daily Mail, a Scotland Yard acredita que a mulher terá informações fundamentais sobre as circunstâncias em que a menina desapareceu, na noite de 3 de maio de 2007.

Pub

“Pode ter visto ou ouvido alguma coisa que pode ter parecido insignificante, na altura, mas que se poderá provar vital”, referiu uma fonte da polícia britânica ao The Sun. “Se ela se reconhecer a si própria, deve contactar a polícia. Não tem nada a temer. É só para a podermos eliminar das pessoas a questionar”, acrescentou a mesma fonte, segundo noticia o jornal britânico.

A mulher em causa, segundo os media britânicos, terá deixado Portugal depois da morte do marido.

McCann's queixam-se de estarem a receber novas “mensagens de ódio”

Entretanto, segundo uma notícia do The Sun, após mais uma tranche de dinheiro ter sido disponibilizada pelo Governo britânico para que a investigação prossiga, os pais de Maddie, Kate e Garry McCann, lamentam terem estado a receber novas “mensagens de ódio”.

Foi noticiado que um amigo de Kate e Gerry McCann referiu ao jornal que os dois estão “zangados e incomodados por as pessoas continuarem a escrever coisas falsas e maliciosas contra eles. De cada vez que uma história positiva surge, os “trolls” aparecem com ainda mais abuso. Isso tem acontecido nos últimos 10 anos”, refere esta pessoa não identificada.

Pub

Refira-se que os pais de Maddie, segundo o The Sun, têm repetido que continuam com esperança de encontrar a filha viva, desaparecida há mais de dez anos anos.

Pub
Mais em Internacional
Brasil: chuvas em Pernambuco poderão deixar mais de 70 mortos

Em Alagoas, 13 municípios estão em situação de emergência devido aos temporais Fortes chuvas atingem,…

McLaren passa a exibir marca ‘Senna’ nos carros de Fórmula 1

O acordo é válido a partir do GP do Mónaco, onde o tricampeão conquistou seis vitórias

Shurastey é cremado nos EUA e as cinzas viajam com tutor para o Brasil

O influenciador, que estava com o seu cão golden retriever chamado de Shurastey, envolveu-se num acidente de trânsito. Ambos morreram.

F1: Leclerc o mais rápido também no TL2, pois então!…

Durante a primeira atividade o TL1, no Principado do Mónaco, a luta pela primeira posição…