Jornal diariOnline Região Sul

ELMS Portimão: Penalização deixou amargo de boca a Filipe Albuquerque

Uma penalização de 55 segundos, por excesso de velocidade no pitlane de Hugo Sadeleer, companheiro de Filipe Albuquerque e Will Owen, condicionou todas as hipóteses da equipa United Autosports vencer a derradeira corrida do European Le Mans Series (ELMS) que se disputou hoje no Autódromo Internacional do Algarve em Portimão.

Largando do quinto lugar da grelha de partida, Filipe Albuquerque, Hugo de Sadeller e Will Owen terminaram as 4 Horas de Portimão do ELMS no segundo lugar, conseguindo assim um pódio com amargo de boca tendo em conta que a vitória esteve no horizonte dos homens do Ligier #32 durante muito tempo, sendo de realçar que esta penalização apenas tirou a vitória ao bólide #32, uma vez que, mesmo ganhando a corrida e como as classificações finais ficaram, Albuquerque e seus pares não conseguiriam ser campeões.

Assim, foram os homens da G-Drive #22 - Ryo Hirakawa, Leo Russel e Memo Rojas - que asseguraram o título, depois de uma prova em que chegaram a andar nos lugares da frente, pelo que mesmo depois de uma queda para o quinto lugar, fugiram de todas as armadilha e conseguiram o merecido título, apesar de só terem vencido uma corrida nesta época, mas terem sido regulares ao rubricarem três segundos lugares em Silverstone, Red Bull Ring e Spa-Francorchamps.

Uma palavra para a Algarve Pro Racing Team, que largou da 12ª posição, teve um bom início de corrida, chegou a rodar na sétima posição, mas, depois um novo contratempo mecânico levou a equipa algarvia a mais um abandono, numa época que bem se pode dizer foi para esquecer, depois de terem no início do ano conquistado o titulo ALMS - Asian Le Mans Series.

Comentários

comentários