Jornal diariOnline Região Sul

GNR reforça dispositivo de prevenção de incêndios

Em comunicado enviado à nossa redacção, a Guarda Nacional Republicana (GNR) informa que, durante o fim-de-semana, em todo o território nacional, o dispositivo de prevenção de incêndios é reforçado, orientando o esforço de 5.000 militares para um patrulhamento de vigilância, de visibilidade e de dissuasão, decorrente do agravamento das condições meteorológicas, para além dos 288 vigilantes da Rede Primária de Postos de Vigia.

Nos concelhos com risco máximo e muito elevado de incêndio, a GNR vai empenhar 2.100 militares neste dispositivo de prevenção, com vista a dissuadir comportamentos de risco, a sensibilizar a população para os cuidados a ter no antes, durante e pós incêndio florestal, bem como apelar à denúncia de comportamentos perigosos que possam provocar ignições, contribuindo para uma mais rápida atuação da GNR, evitando deste modo a ocorrência de incêndios florestais e/ou minimizando as suas consequências.

A GNR vem na mesma missiva, solicitar a colaboração da população para agir de acordo com as medidas preventivas decretadas para o período crítico, em vigor até ao final do mês de outubro, nomeadamente:

Não realizar queimadas e queimas;

Não usar fogareiros e grelhadores em todo o espaço rural;

Não fumar ou fazer qualquer tipo de lume nos espaços florestais;

Não lançar balões de mecha acesa e foguetes;

Não fumigar ou desinfestar apiários;

Não circular com tratores, máquinas e veículos de transporte pesados que não possuam extintor, sistema de retenção de fagulhas ou faíscas e tapa chamas nos tubos de escape ou chaminés.

Comentários

comentários