Jornal diariOnline Região Sul

“Os Sons Daqui II” na Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe

No próximo dia 2 de dezembro será apresentada a iniciativa “Os Sons Daqui” na Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe na Raposeira, Vila do Bispo, um projeto de Pedro Glória, apresentado pela Rizoma Lab - Associação Cultural no âmbito da edição de 2017 do programa DiVaM - Dinamização e Valorização de Monumentos, iniciativa da Direção Regional de Cultura do Algarve que conta com o apoio da Câmara Municipal de Vila do Bispo.

A experiência terá a duração de cerca de 2 horas, entre as 16h00 e as 18h00, iniciando-se com um percurso à volta da Ermida, onde estão instaladas algumas surpresas visuais e sonoras, depois no interior continua com a performance audiovisual, com a manipulação-vídeo por 79 ers - metadisciplinary design, acção que será finalizada com o degustar de dois elementos da essência milenar do simbolismo deste local e do quotidiano das pessoas.

As gentes desta terra, em tempos idos, deslocavam-se de noite, em romaria, evocando cânticos a Nossa Senhora de Guadalupe para pedir proteção e em tempos de seca, como o que temos hoje – água. Guadalupe, outrora escrevia-se Senhora de Agoadelupe remetendo para o simbolismo da água ligada a este local de culto – fala-se também de um milagre de chuva quase instantânea após esse ato de devoção. E da passagem do Infante. E do resgate de cativos.

São memórias, são os sons e imagens, são ligações entre o céu e a terra e as vidas das pessoas que habitavam nesta região, numa relação de respeito e religião com este local, com esta Ermida tão resistente que nem o terramoto de 1755 a afetou. No entanto... há mais perguntas que respostas.

O público é convidado a partilhar um outro estar neste local – a SONDA desvendou o possível no que toca aos segredos e relações espácio-temporais, compilou a informação que, transformada em performance audiovisual, cria um momento singular de perceção e estimulação sensorial na nossa memória coletiva.

Comentários

comentários