Unidades de alojamento algarvias apresentaram variações inferiores em novembro

Segundo dados apurados pela AHETA - Associação dos Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve, ainda que provisórios, comparativamente a 2016, o mês de Novembro de 2017 apresentou algumas variações inferiores nas unidades de alojamento do Algarve.

A taxa de ocupação global média/quarto foi de 45,3 por cento, 1,8pp inferior à registada no ano anterior (‑3,9%).

Pub

O mercado que mais contribuiu para a descida verificada foi o britânico (-4,1pp), enquanto que os mercados alemão (+0,9pp), irlandês (+0,6pp) e holandês (+0,4pp) foram os que mais contrariaram a descida verificada.

Por zonas geográficas as maiores descidas ocorreram em Monte Gordo / VRSA (-12,1pp) e Vilamoura / Quarteira / Quinta do Lago (-11,2pp), enquanto que Albufeira, a principal zona turística do Algarve, registou uma descida de 3,0pp.

Quanto às principais subidas, foram em Tavira (+5,8pp) e em Faro / Olhão (+4,3pp).

Quanto ao volume de vendas subiu 8,9 por cento durante o mês, pelo que em termos acumulados, nos últimos 12 meses, a taxa de ocupação quarto regista uma subida de 1,8%.

Pub

Refere por último a AHETA que, s desvalorização da Libra, no seguimento do Brexit, é a principal responsável para a descida homóloga do mercado britânico desde o início do ano nos meios de alojamento classificados oficialmente (-8,2%).

Pub
Mais em Economia
Inflação atinge recorde de 8,1% na UE

Taxa de inflação homóloga da zona euro manteve-se estável nos 7,4% em abril, face a março, segundo informa o Eurostat.

Lagos recebeu empresários brasileiros com vista a futuras parcerias

A cidade de Lagos foi um dos pontos de passagem da delegação da missão ACIB…

Associação Empresarial de Sines e Porto de Luanda assinam protocolo

A Associação Empresarial de Sines (AES) e o Porto de Luanda assinaram um Protocolo de…

AHETA
AHETA e Aviludo firmaram parceria estratégica

A AHETA – Associação dos Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve e a Aviludo firmaram uma parceria estratégica que visa reforçar a