Jornal diariOnline Região Sul

Polícia Judiciária detêm funcionário da Câmara de Olhão

No seguimento de uma investigação levada a cabo pelo Ministério Público, um funcionário da secção de obras particulares da Câmara Municipal de Olhão foi detido esta quarta-feira pela Polícia Judiciária, o qual é suspeito de aceitar dinheiro para escrever «pareceres técnicos contrários à lei, mas favoráveis ao licenciamento de obras».

O homem, que é suspeito do crime de corrupção passiva, "será apresentado no prazo de 48 horas ao juiz de instrução criminal de Faro para realização de primeiro interrogatório judicial bem como para aplicação das medidas de coação".

Refira-se que o inquérito que levou a esta detenção, foi dirigido pela 2ª secção do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Faro, pelo que segundo o Ministério Público, além da detenção, foram realizadas "buscas domiciliária e ao local de trabalho do arguido".

Comentários

comentários