Jornal diariOnline Região Sul. O seu portal de notícias Algarve e Alentejo Portugal

Farense vence no arranque da segunda volta, Olhanense escorrega em Almancil

O Farense triunfou hoje pela margem mínima (1-0), na receção ao Moura, na jornada de arranque da segunda volta da Série do Campeonato de Portugal, cujo único duelo algarvio resultou na vitória do Almancilense frente ao Olhanense, por 1-0, com golo aos 90+7 minutos.

Em Faro, no Estádio de São Luís, Jorginho colocou a equipa de Rui Duarte no comando muito cedo, logo aos 13 minutos, mas os algarvios tiveram de sofrer para somar mais três pontos.

A equipa da capital algarvia acusou, na segunda parte, o desgaste físico e emocional da derrota de quarta-feira frente ao Caldas, para a Taça de Portugal, enquanto os alentejanos melhoraram e desperdiçaram boas oportunidades para igualar a partida.

O resultado deixou tudo igual na frente: o Farense no 1.º lugar, com 43 pontos, mais sete do que o Casa Pia, que goleou o Lusitano em Vila Real de Santo António (4-0, com golos de Sérgio Nogueira, 13 minutos, Tom, 57, e «bis» de Faísca, 86, de grande penalidade, e 90) e se isolou no 2.º lugar.

Os lisboetas aproveitaram a derrota do Pinhalnovense no terreno do Oriental (1-0), agora 3.º classificado, enquanto o Olhanense, 5.º, com 32 pontos, também desperdiçou a oportunidade de continuar a perseguir o 2.º classificado, ao perder em Almancil, por 1-0.

Depois de uma primeira parte equilibrada, em que o maior destaque coube ao guardião dos locais, Gabriel, que defendeu um penálti de Ruben Fidalgo (9 minutos), o Almancilense foi melhor no segundo tempo e acabou por triunfar, com Sapara a concluir um contra-ataque com um «chapéu» perfeito, no último lance do jogo, ao sétimo minuto de descontos.

O Moncarapachense foi derrotado no terreno do Castrense, um adversário direto na luta pela manutenção, por 2-1, e voltou à zona de descida, com 14 pontos. Tonon e Jorginho (grande penalidade) marcaram para os locais e Marcos Santos para os algarvios.

Com menos um ponto, segue o Louletano, que já não vence há mais de três meses, desde 8 de outubro - um ciclo de dez jogos sem somar vitórias -, e hoje foi derrotado no terreno do Olímpico do Montijo (2-1). Marcelo, de penálti, aos 23, e Valdumar, aos 79, marcaram para os locais, e Seydov reduziu aos 89.

No sábado, em jogo antecipado da 16.ª ronda, o Armacenenses empatou em casa com o Operário (1-1). Depois do nulo ao intervalo, Dani marcou para os açorianos, aos 73, e Pedroso assinou a igualdade, aos 88.

 

Exit mobile version