Jornal diariOnline Região Sul

Projecto TASA lança prémio nacional

O Projecto TASA – Técnicas Ancestrais Soluções Atuais – lançou um prémio nacional destinado a incentivar a interação entre o design de produto e as artes tradicionais do Algarve, focada nos entrelaçados.

Este prémio insere-se no programa «Artesãos do Século XXI», visando formar novos artesãos e criar o ambiente propício à inovação das artes tradicionais, garantindo a sua continuidade.

A iniciativa surge num contexto de iminente extinção das técnicas ancestrais dos entrelaçados em materiais vegetais, dada a avançada idade dos artesãos: aqueles que colaboram com o TASA apresentam uma média de idade superior a 70 anos.

“Corre-se o risco de uma importante perda cultural e desaparecimento de uma atividade com claro contributo para os valores da sustentabilidade, que, além do mais, tem gerado procura no mercado atual”, refere o Projecto TASA, que aposta desde 2010 na missão de afirmar o artesanato como uma profissão de futuro.

O prémio dirige-se a estudantes ou recém-licenciados em design de produto, equipamento ou industrial, desafiando os candidatos a aplicar a inovação na procura de soluções para necessidades quotidianas, ligadas à função prática do objeto, recorrendo aos entrelaçados em materiais vegetais (cana, palma, palhinha, tabua, entre outros).

Os projetos podem ser enviados até ao dia 7 de março. As condições de participação e o valor do prémio devem ser consultados em www.projectotasa.com.

Esta iniciativa conta com o apoio do Anantara Vilamoura Algarve Resort, um parceiro que aposta no Projecto TASA como forma de proporcionar uma experiência autêntica e diferenciadora aos seus clientes, centrada na valorização da cultura local.

 

Comentários

comentários