Jornal diariOnline Região Sul

Ministro garante “prioridade máxima” para agricultores algarvios afetados pelo mau tempo

O ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Capoulas Santos, assegurou hoje que está garantida “prioridade máxima” ao processo de análise das candidaturas aos apoios a fundo perdido dos agricultores algarvios afetados pelo mau tempo.

Presente na comissão parlamentar de Agricultura e Mar, o governante revelou que o processo de levantamento dos prejuízos sofridos pelos agricultores devido ao mau tempo do último fim de semana, e a respetiva delimitação geográfica, estará concluído até ao final da semana.

Só depois de terminado este processo é que poderá ser publicada a portaria que vai estabelecer as condições dos apoios. “O objetivo do executivo é abrir as candidaturas tão rapidamente quanto possível”, disse o ministro, citado em comunicado pelo ministério.

As candidaturas estarão abertas por um prazo de 20 dias, tempo mínimo para que os agricultores elaborem os respetivos projetos, uma vez que se prevê que os prejuízos “possam ser de grande dimensão”, sublinhou Capoulas Santos.

Serão abertas candidaturas que contemplam apoios 100% a fundo perdido para prejuízos até 5.000 euros, a 85% para prejuízos entre 5.000 e 50.000 euros, e a 50% para prejuízos entre 50.000 e 800.000 euros, sendo estes apoios cumulativos.

Capoulas Santos afirmou ainda que estas candidaturas terão “prioridade máxima” no processo de análise a que têm de ser submetidas todas as candidaturas ao PDR2020, “tendo em conta que se trata de situações de emergência, às quais é preciso imprimir um ritmo mais rápido”.



Comentários

comentários