Jornal diariOnline Região Sul

Depressão Félix soprou a 122 km/h no Algarve

(ilustração de arquivo)

Chuva forte, trovoada e ventos com rajadas acima dos 100/km/h, sendo a mais forte registada com 122 km/h, segundo registo da estação meteorológica instalada em Carvoeiro, foi o que a Depressão Félix trouxe à região algarvia entre as 18 e as 20 horas.

De acordo com registos da Proteção Civil em Vila do Bispo, Lagos, Odeceixe, Alvor, Portimão, Lagoa, Albufeira, Loulé, Quarteira, São Brás de Alportel, e Alcoutim, abrangendo quase todo o Algarve, em que árvores, estruturas e sinalética foi jogada ao chão, telhados voaram e em alguns casos o fornecimento de energia eléctrica também foi afectado.

No total desde o início do estado de alerta, foram registadas 60 ocorrências, as quais envolveram 221 operacionais e 88 viaturas, segundo o CDOS de Faro.

Segundo o CDOS de Faro, até à meia-noite, é esperado que se mantenha a precipitação intensa e os ventos fortes, sendo que a partir das 3h00, haverá um aumento da intensidade da agitação marítima, continuando toda a costa em alerta vermelho.



Comentários

comentários