Jornal diariOnline Região Sul

Operação “E-Aposta” apreendeu mais de 2 milhões e trezentos mil euros de jogo ilegal

A Unidade de Ação Fiscal, através do Destacamento de Ação Fiscal da Guarda nacional Republicana de Évora, apreendeu 2.354.000,00 euros em material de jogo e apostas ilícitas, nos distritos de Évora e Setúbal.

De acordo com o comunicado da GNR a operação teve início no dia 12 de março, sendo o culminar de 16 meses de investigação, tendo sido cumpridos seis mandados de busca domiciliários e não domiciliários, onde foram apreendidos: 3.568 dispositivos de jogo ilícito do tipo “tômbola”; 13 máquinas de jogo do tipo “slot machine” e “poker”; 12 dispositivos e respetivas impressoras para apostas desportivas tipo “Placard”; e 750 raspadinhas ilícitas.

Segundo a missiva da força de segurança nacional, decorrente da ação foi ainda constituída arguida uma empresa, assim como, três indivíduos, um homem e duas mulheres, com idades compreendidas entre os 30 e os 48 anos.

Os arguidos são suspeitos da prática dos crimes de fraude fiscal qualificada, exploração ilícita de apostas desportivas on-line e de jogos de fortuna e azar, estimando-se o valor dos rendimentos ilícitos obtidos em mais de 17 milhões de euros, conforme a prova já recolhida.

Refira-se por último que a ação contou com o empenhamento do Destacamento de Intervenção de Setúbal e com o apoio do Serviço de Regulação e Inspeção de Jogos (SRIJ), sendo o inquérito dirigido pelo DIAP do Seixal.



Comentários

comentários