Jornal diariOnline Região Sul. O seu portal de notícias Algarve e Alentejo Portugal

Palestra aborda Mosteiro das Bernardas

A Ermida de São Sebastião, em Tavira, acolhe no dia 14 de abril, às 10:30 horas, a palestra «O Mosteiro das Bernardas de Tavira: História e Património», pela historiadora Andreia Lopes Fidalgo.

Trata-se de um evento integrado no programa «Passeios na História de Tavira» e nas celebrações do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios e do Ano Europeu do Património Cultural 2018.

O Mosteiro das Bernardas foi fundado, em 1509, pelo rei D. Manuel I em ação de graças pelo levantamento do cerco de Arzila, no qual o auxílio prestado pelos tavirenses havia sido fundamental.

É um modelo arquitetónico “digno de atenção a vários níveis, designadamente, pela história que envolve a sua edificação e existência, pela arquitetura quinhentista que o carateriza, pelo portal manuelino (um dos mais antigos exemplares de arte manuelina no Algarve) e por ter sido, também, a maior casa religiosa feminina da região e a única da Ordem de Cister”, destacou a autarquia tavirense, em comunicado.

Andreia Fidalgo é licenciada em Património Cultural e Mestre em História do Algarve, pela Faculdade de Ciências Humanas e Sociais da Universidade do Algarve, onde atualmente é assistente convidada, além de ser doutoranda e bolseira do doutoramento FCT do Programa Interuniversitário de Doutoramento em História (PIUDHist), no qual se encontra a desenvolver uma tese sobre «O Plano de Restauração do Reino do Algarve: reformismo económico entre 1773 e 1820».

A ação, cuja inscrição é gratuita e obrigatória, destina-se ao público em geral, e deve ser efetuada pelo contacto 281320500 (extensões 2309 ou 2307) ou pelo endereço eletrónico edu.museus@cm-tavira.pt.



Exit mobile version