Mazgani apresentou “The Poet´s Death” no Cine-Teatro Louletano

No passado dia 24 de março, Mazgani, subiu ao palco do Cine-Teatro Louletano para apresentar, em estreia absoluta na região algarvia, o seu novo disco intitulado “The Poet’s Death”.

Este trabalho - “The Poet’s Death” - segundo o escritor e ensaísta José Tolentino Mendonça, “é um disco pop, claro. Mas é um livro de preces; um ritual a ser praticado dentro da floresta; o registo de uma estrela que atravessou, sem que ninguém visse, o céu em vertigem; o apelo sedento dos amantes no escuro. É um disco pop, claro. E não é só isso. É um manifesto político sobre a natureza da arte. É uma declaração de amor interminável. No fundo, Mazgani é o grande cantor da sua geração".

Pub

Este novo disco de Mazgani foi coproduzido por ele próprio e por Peixe (Ornatos Violeta) que também contribuiu na gravação de guitarras e teclas. Em estúdio Mazgani contou ainda com Victor Coimbra, no baixo, e Isaac Achega, na bateria.

Mazgani, no final do concerto em Loulé, declarou-se imensamente satisfeito, dizendo que "foi magnífico estar aqui, nesta noite maravilhosa em Loulé".

Recorde-se que este álbum foi considerado pelos leitores da prestigiada revista Blitz o 5.º melhor disco nacional de 2017.

Vejamos as imagens.

Pub

Produção: Publiradio
Coordenação: Loulé Film Office 2018



Pub
Mais em Multimédia
Inflação na zona euro: os países mais afetados – vídeo

Estima-se que a taxa de inflação na zona euro tenha atingido os 7,5% em abril,…

Franceses hoje nas urnas na primeira volta das presidenciais (c/vídeo)

Os eleitores franceses votam este domingo para decidir quem vai à segunda volta das presidenciais em França.

Angola tenta captar investidores europeus (c/vídeo)

Convencer os investidores europeus a apostar em Angola foi um dos objetivos do primeiro Fórum Empresarial realizado com a União Europeia, esta quinta-feira em Bruxelas.

Moçambique: ciclone Gombe faz pelo menos 11 mortos

O ciclone Gombe matou pelo menos 11 pessoas no norte de Moçambique e deixou um rasto avultado de destruição nas províncias de Nampula e Zambézia.