Luís Graça

PS/Algarve elogia investimento de 10 milhões de euros “para valorizar litoral do Algarve”

A Federação Regional do Partido Socialista do Algarve sublinhou hoje “o esforço do governo” em minimizar os danos causados pelos temporais mais recentes no litoral algarvio, com várias intervenções que rondam um investimento global de 10 milhões de euros.

Em causa, para “garantir a boa utilização das principais estâncias balneares da região”, estão o reforço dos cordão dunar e as condições de navegabilidade das principais barras e canais da Ria Formosa e da Ria de Alvor.

Pub

Em comunicado, o presidente do PS/Algarve e deputado na Assembleia da República, Luís Graça, realçou a “eficiência e a rapidez” do governo em minimizar os danos causados pelos temporais de fevereiro e março, mas também “a capacidade de preparar o nosso litoral para os efeitos das alterações climáticas”.

Neste momento, estão em curso duas operações de dragagem na Ria Formosa, na barra e no canal da Fuzeta (3,99 milhões de euros de investimento) e na barra e canal da Armona (2 milhões), ambas a cargo da Sociedade Polis da Ria Formosa.

Todas as areias serão depositadas ao longo do cordão dunar, visando o seu reforço e a ampliação das áreas de uso balnear.

Ainda esta semana, lembra o PS, o ministro do Ambiente, João Matos Fernandes, em parceria com o Ministério do Mar, homologou o contrato da empreitada de reforço do cordão dunar na frente de mar de Alvor Nascente (2 milhões de euros), que será iniciado após a época balnear.

Pub

Por outro lado, o Tribunal de Contas concedeu visto a empreitada de requalificação da Ilha da Culatra, que representa um investimento de 1,1 milhões de euros.

“Se não se tivesse iniciado atempadamente a recarga de areias na Praia do Barril, hoje poderíamos estar a lamentar a perda definitiva de um conjunto patrimonial único, constituído pelo cemitério de âncoras e pela Armação dos Três Irmãos”, apontou Luís Graça, que também elogiou a “pronta capacidade de resposta dos municípios ao pedido do Governo para elencarem os prejuízos e avançarem com as intervenções nas zonas de praia em tão curto espaço de tempo”.

Recorde-se, o governo anunciou esta semana um investimento de 800 mil euros em intervenções de recuperação dos danos causados pelas tempestades que assolaram o litoral do Algarve, abrangendo os concelhos de Olhão (219.970 euros), Faro (193.459), Albufeira (130.560), Portimão (65 mil euros), Tavira (58.090), Loulé (52.000), Lagoa (47.432), Vila Real de Santo António (25.889) e Silves (6.825).



Pub
Mais em Sociedade
Beja
Festival Internacional de Banda Desenhada de Beja arranca na sexta-feira

A banda desenhada volta a tomar conta da cidade de Beja, entre 27 de maio e 12 de junho, com um festival internacional que promete

Transição
São Brás: Sessão online aborda transição digital nas escolas

A transição digital nas escolas vai ser tema, amanhã, quinta-feira, 26, de uma sessão online, via Zoom, promovida por entidades de São Brás

Olhão
Olhão: MOJU promove melhorias em bloco habitacional

A MOJU – Associação Movimento Juvenil em Olhão reuniu esforços para promover pequenas melhorias no interior do bloco habitacional onde,

Portugal vai estudar implementação da semana laboral de quatro dias

Impacto da semana laboral de quatro dias, graças à aprovação de uma proposta parlamentar da esquerda durante o debate do OE 2022…