Jornal diariOnline Região Sul

Golfe: Open de Portugal traz 156 jogadores a Portimão

O Open de Portugal @ Morgado Golf Resort, que se desenrolará de 10 a 13 de maio no Morgado Golf Course, em Portimão, este ano apenas pontuável para o Challenge Tour, a segunda divisão do golfe profissional europeu, vai contar com 156 jogadores.

A prova foi apresentada pela Federação Portuguesa de Golfe (FPG), pela PGA de Portugal, pelo grupo NAU Hotels & Resorts e pelo Challenge Tour, na passada quinta-feira, no Hotel Palácio do Governador, em Lisboa.

Pontuável para o Challenge Tour, o segundo circuito europeu mais importante, logo abaixo do European Tour, a prova terá 200 mil euros para distribuir em prémios monetários - o que o torna um dos mais ricos torneios do circuito.

O Open de Portugal foi retomado no ano passado, depois de sete anos depois de ausência, com a categoria «dual ranking», ou seja, pontuável em simultâneo para o European Tour e para o Challenge Tour, com 500 mil euros de «prize-money».

Contudo, em 2018, o torneio já não contará para o principal circuito europeu. “O ano passado tivemos o apoio do European Tour para a realização de um torneio «dual ranking» em cerca de 300 mil euros, este ano não, pelo que tentámos reunir apoios no sector privado e público”, explicou Miguel Franco de Sousa, presidente da FPG.

O responsável acrescentou que um evento a contar em simultâneo para os dois circuitos “servia melhor os interesses do país, sobretudo ao nível da promoção turística”, mas, ressalvou, “do ponto de vista desportivo, um torneio do Challenge Tour é tão importante” como uma prova com «dual ranking».

No Morgado Golf Course, pertencente à NAU Hotels & Resorts, estarão 156 jogadores, dos quais 14 ou 15 serão portugueses, de acordo com o presidente da PGA de Portugal, José Correia.

Ricardo Santos, Filipe Lima e Pedro Figueiredo têm entrada direta no torneio por serem membros do Challenge Tour e, quanto aos «wild cards» para outros portugueses, estão já garantidos, de acordo com o critério do «ranking» nacional, os nomes de Tomás Silva, João Carlota, João Ramos, Tiago Cruz e Tomás Melo Gouveia. As restantes vagas ainda estão em discussão.



Comentários

comentários