Jornal diariOnline Região Sul

Loulé inaugura olaria e homenageia personalidades no Dia do Município

No próximo dia 10 de maio – Quinta-feira de Ascensão/Dia da Espiga – o Município de Loulé assinala mais um aniversário, com um programa de iniciativas que terá como pontos altos a homenagem a personalidades louletanas que se destacaram pelo seu percurso profissional, bem como a inauguração de uma Oficina de Olaria e, naturalmente, a Festa da Espiga em Salir.

Pelas 9h00, a Praça da República acolhe a cerimónia de hastear da Bandeira com a Banda Filarmónica Artistas de Minerva e os Bombeiros Municipais de Loulé. Segue-se a atuação do Coro Infantil de Loulé, acompanhado pela Banda Escolar da Sociedade Filarmónica Artistas de Minerva.

Às 10h00, na Sala da Assembleia Municipal, irá decorrer a Cerimónia Protocolar de Agraciados do Município de Loulé. Este ano serão condecorados com a Medalha de Mérito Municipal o jogador de futsal e campeão europeu pela seleção nacional, Pedro Cary, e o diretor da Escola Secundária de Loulé e presidente do Conselho Executivo da Associação Europeia para o Ensino da Astronomia (EAAE), Alexandre Costa, distinguido em 2010, pelo Ministério da Educação, com o Prémio Nacional do Professor.

No Salão Nobre dos Paços do Concelho, pelas 11h00, o escritor Mário Cláudio irá receber o Grande Prémio de Literatura Associação Portuguesa de Escritores/Câmara Municipal de Loulé – Crónica e Dispersos Literários 2018.

Às 12h00, na Urbanização Boa Entrada, mais duas homenagens a louletanos que se destacaram. A Autarquia irá descerrar duas placas toponímicas com os nomes de Luís Guerreiro e Joaquim Guerreiro, duas personalidades ligados à vida autárquica e cultural do Concelho e do Algarve, falecidos em 2017.

Às 15h00, na Rua Martim Moniz (Centro Histórico) será inaugurada a Olaria integrada no projeto Loulé Criativo. Depois da Casa da Empreita e da Oficina do Caldeireiro, este é mais um espaço que aposta na valorização da identidade do território, tendo como força motriz a criatividade e a inovação. Apoia a formação e atividade de artesãos e profissionais do setor criativo, contribuindo para a revitalização das artes tradicionais e para a dinamização de novas abordagens ao património imaterial.

O desfile etnográfico da Festa da Espiga em Salir está marcado para as 16h00. Este será um dos momentos mais importantes deste evento que, durante três dias (10, 11 e 12), irá animar esta vila serrana com muita música, gastronomia e artes tradicionais. Ao longo de décadas, a Festa da Espiga tem sido um cartaz turístico do interior que se realiza em simultâneo com o Dia do Município de Loulé.


Comentários

comentários