Jornal diariOnline Região Sul

“Tempestade” de Shakespeare chega a Loulé

Tempestade, da Companhia João Garcia Miguel (Cia JGM), vai ser apresentada no Cine-Teatro Louletano a 02 de junho. Os atores Sara Ribeiro, António Pedro Lima, David Pereira Bastos e Vítor Alves da Silva dão corpo e voz a esta peça, que começa às 21h30. A música é contruída ao vivo pelo músico Nuno Rebelo.

Tempestade, de William Shakespeare, é o mote de criação, que pretende revelar o que há de enigmático e misterioso num texto clássico, reinventando-o para o nosso tempo comum.

A peça estreou em junho de 2017, em Aveiro, passando depois por vários palcos: Festival de Teatro de Almada, Cine Teatro Constantino Nery, em Matosinhos, Cine Teatro de Torres Vedras e Teatro Ibérico, em Lisboa. Um dos propósitos do diretor artístico da Cia JGM, neste seu trabalho de reinvenção de textos clássicos e de profunda criatividade teatral, é levar a voz dos atores às cidades de Portugal e não ficar apenas na capital e no Teatro Ibérico, espaço que a sua companhia ocupa.

Tempestade é uma metáfora emocional, que parte dos instintos animais que habitam o homem, até à figura etérea das altas aspirações humanas. É uma história de vingança e de amor, com várias histórias dentro de si, que investiga os confrontos e os movimentos inconscientes e disruptivos em torno das emoções. Quebrando esta metáfora, os estragos causados por ela resultam na renovação e na capacidade de reconstruir uma ordem, que ganha pela subtileza.


Comentários

comentários