Jornal diariOnline Região Sul

Prisão preventiva para larápios de Lagos e Portimão – GNR

O Comando Territorial de Faro da Guarda Nacional Republicana, através do Núcleo de Investigação Criminal de Portimão, no dia 23 de maio, deteve três homens e uma mulher, com idades compreendidas entre os 18 e os 42 anos, indiciados por mais de uma dezena de furtos em residência, no Algarve e Baixo Alentejo.

No âmbito de uma investigação por furtos qualificados, a cargo da secção de Lagos do Departamento de Investigação e Ação Penal de Faro, foi desencadeada uma operação policial nos concelhos de Lagos e de Portimão, dando-se cumprimento a três mandados de busca domiciliária, oito mandados de busca a veículos e dois mandados de busca a estabelecimentos comerciais, resultando na detenção de três dos suspeitos em flagrante delito, quando furtavam o interior de uma moradia em Benagil - Lagoa, e de um outro em cumprimento de mandado de detenção.

Foram apreendidos 4 computadores portáteis, 4 televisores LCD’s, 4 tablet’s, 2 máquinas fotográficas, 2 consolas de videojogos, 9 relógios, 1 saco e respetivos tacos de golfe, diversas pulseiras e fios em ouro, 10 telemóveis, vários cartões bancários, 350 libras em numerário, 1.045 euros em numerário, 1 pé de cabra e várias ferramentas utilizadas para cometer os ilícitos, 2 ciclomotores e 2 automóveis.

Os detidos efetuavam um estudo prévio dos obituários, cometendo os furtos na residência do/a falecido/a ou de familiares enquanto decorriam as cerimónia fúnebres.

No âmbito da ação foi ainda constituído arguido um homem de 30 anos, indiciado como recetador dos objetos furtados pelo grupo.

Os detidos foram presentes ao Tribunal Judicial de Lagos no dia 25 de maio, tendo-lhes sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva.



Comentários

comentários