Jornal diariOnline Região Sul

MALP protesta em Loulé

O Movimento Algarve Livre de Petróleo (MALP) informa que vai levar a cabo uma vigília de protesto contra a prospeção e exploração de petróleo no Algarve e contra o furo de petróleo de Aljezur à porta da Assembleia Municipal de Loulé, irá ser votada pelos deputados municipais uma moção do Bloco de Esquerda contra a exploração de petróleo na Costa Vicentina e no Algarve.

A vigília terá lugar no próximo dia 20 de julho.

“O Movimento Algarve Livre de Petróleo aproveita esta ação de protesto para voltar a relembrar as populações do Algarve e do Alentejo que as petrolíferas GALP e ENI têm tudo preparado para avançar com o furo de petróleo de Aljezur já no final do Verão de 2018 e que o Governo do Dr. António Costa é um acérrimo defensor da exploração de petróleo no Algarve e que tudo tem feito para dar cobertura às petrolíferas para avançarem para a prospeção de petróleo.

Este movimento de cidadãos lamenta ainda que Portugal já faça parte do anedotário internacional das políticas do ambiente ao continuar a ter um Ministro do Ambiente, João Matos Fernandes, que é defensor da exploração de petróleo no Algarve e que se recusa a demitir das suas funções”.

O MALP faz ainda um apelo público a Jorge Botelho, Presidente da Comunidade Intermunicipal do Algarve (AMAL).

“Saia da sua zona de conforto e da sua inércia de espectador passivo da luta contra a exploração de petróleo no Algarve e que avance judicialmente para a impugnação da decisão da Agência Portuguesa do Ambiente (APA) de ter autorizado o furo de petróleo de Aljezur sem Avaliação de Impacto Ambiental (AIA)”.


Comentários

comentários