Sardinha assada e boa música até domingo em Portimão

A ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, presidiu ao final da tarde de ontem à inauguração do 24.º Festival da Sardinha, que até ao próximo domingo, 5 de agosto, dinamizará a zona ribeirinha de Portimão.

Acompanhada por José Apolinário, secretário de Estado das Pescas, a governante visitou demoradamente o recinto, tendo como anfitriã a presidente da Câmara Municipal de Portimão, Isilda Gomes. Ana Paula Vitorino cumprimentou os empresários presentes no certame, os quais propõem uma grande variedade de produtos, com destaque para o artesanato.

Pub

A governante destacou na ocasião o peso económico da pesca da sardinha e a importância desta espécie para comunidade local, sobretudo em termos gastronómicos, fazendo ainda questão de assumir –se como “uma confessa apreciadora desta zona do Algarve.”

Quanto à autarca, sublinhou o programa de animação preparado para a época estival,  “cheio de propostas culturais e desportivas, com espetáculos para todos os gostos, visando turistas e residentes”. Realçou ainda a presença da ministra do Mar, “uma amiga de Portimão que vem reforçar a ideia de que esta é a capital da sardinha e nos transmite, digamos assim, um selo de garantia.”

Cartaz musical

Foram pontos altos do programa de abertura do Festival da Sardinha 2018 uma recriação histórica do alar das redes, a cargo dos seniores do Grupo Coral de Portimão, a atuação da Orquestra de Acordeões da Academia de Música de Lagos e o concerto do cantor e compositor angolano Matias Damásio, que atraiu um mar de gente à zona ribeirinha da cidade. Também mereceu destaque a iluminação da ponte ferroviária com a insígnia do Festival da Sardinha, através de uma composição de luzes LED.

Em termos musicais, os espetáculos agendados para o palco instalado junto à antiga lota de Portimão, sempre a partir das 22h00 e de entrada livre, têm continuidade na noite desta quinta-feira com Xutos Total, seguindo-se até ao derradeiro dia do certame as atuações de Raquel Tavares, Ana Bacalhau e The Black Mamba. O coreto da Praça Manuel Teixeira Gomes está destinado à apresentação de artistas locais, a partir das 19h30.

Pub

Para além da sardinha assada, há uma grande variedade de outros petiscos ao dispor dos visitantes, entre muitos outros motivos de interesse.


Pub
Mais em Artes & Espetáculos
Loulé
Câmara de Loulé atribui mais de 300 mil euros ao movimento associativo cultural

O município de Loulé celebrou um contrato-programa com as associações locais que atuam na área cultural e recreativa, atribuindo a

Banda
Banda da Armada e Nuno Guerreiro dão hoje concerto único em Faro

A Marinha Portuguesa, através da Banda da Armada, comemora o Dia da Marinha num concerto ao ar livre, que conta com a presença especial

Albufeira: Dia do Autor Português com “21 poetas para o sec. XXI”

É com o “Recital de Poesia XXI: 21 poetas para o século XXI” que Albufeira…

Alunos de artes expõem em Quarteira

“Identidades – exposição dos alunos de Artes Visuais do Agrupamento Drª Laura Ayres” é o…