Jornal diariOnline Região Sul

Fogo ameaça vila de Monchique pela segunda noite seguida

O fogo nas Caldas de Monchique esta noite

Um foco intenso de incêndio está a ameaçar, pela segunda noite consecutiva, o perímetro urbano da vila de Monchique, colocando casas em perigo.

As projeções violentas e de grande dimensão que desde a tarde de segunda-feira voltaram a piorar a situação, consumindo uma zona de eucalipto denso perto da vila, levaram novamente a um cenário de destruição em redor de Monchique.

Segundo relatos no local, o fogo passou pelo Convento da Nossa Senhora do Desterro, um monumento que já estava abandonado há anos e foi atingido pelas chamas.

Também a sul, nas Caldas de Monchique, a cinco quilómetros da vila, de acordo com informações de testemunhas no local, a EN266 estava rodeada pelas chamas, com muitas habitações em perigo, apesar do trabalho dos bombeiros.

Recorde-se, no ponto de situação efetuado as 20:00 horas, o segundo comandante operacional, Abel Gomes, falava de uma situação "complexa", prevendo uma noite "dura e de muito trabalho" no combate ao incêndio, que consome o concelho de Monchique desde sexta-feira, tendo também atingido os concelhos vizinhos de Silves e de Odemira.



Comentários

comentários