Jornal diariOnline Região Sul

Greve no Grupo Barraqueiro teve adesão de 85% – sindicatos

O primeiro dia de greve dos trabalhadores do grupo EVA/Barraqueiro teve uma adesão média de 85%, chegando a atingir 98% dos transportes urbanos, informou a FECTRANS – Federação dos Sindicatos dos Transportes e Comunicações.

“Depois de terem considerado insuficientes as últimas propostas das empresas do grupo Barraqueiro, os trabalhadores demonstraram hoje que estão unidos e que de pouco servem as tentativas de divisão ensaiadas pelas empresas, porque os trabalhadores estão unidos em torno da sua organização de classe”, referem os sindicalistas.

A greve envolve trabalhadores das várias empresas geridas pelo Grupo Barraqueiro, como Eva Transportes, Próximo, Translagos e Frota Azul.

O STRUP - Sindicato dos Trabalhadores de Transportes Rodoviários e Urbanos de Portugal, associado à FECTRANS e à CGTP-IN, denunciou a existência de situações de substituição de trabalhadores em greve, “que são condenadas por lei”.

Mas, mesmo assim, prosseguiu o sindicato, em comunicado, “a adesão dos trabalhadores é demostrativa para o Grupo Barraqueiro de que tem de voltar à negociação com outras propostas”.

Durante a greve, que se prolonga no dia de amanhã, sexta-feira, os trabalhadores concentraram-se em Portimão, Faro e Lisboa.



Comentários

comentários