Instituto Português de Malacologia desmente ARS/Algarve sobre «lesmas do mar»

O Instituto Português de Malacologia considerou hoje como “alerta falso” a informação emitida pela Administração Regional de Saúde (ARS) do Algarve sobre o alegado perigo causado pelas «lesmas do mar» em praias algarvias.

“O alerta das lesmas do mar na costa do Algarve tratou-se de um alerta falso emitido pela ARS Algarve”, refere o instituto, em nota enviada ao diariOnline Região Sul, sobre a informação que a instituição divulgou na semana passada, que aconselhava os banhistas das praias entre Quarteira e Quinta do Lago a terem cuidado com estes moluscos.

Pub

“O alarmismo lançado com a notícia só irá causar a destruição dos organismos pelas pessoas que os irão por a seco. As picadas sentidas poderão ser de cnidários (anémonas, alforrecas, etc.) ou mesmo de fitoplâncton presente na água, mas nada têm a ver com as «lesmas do mar»”, acrescenta-se.

A Administração Regional de Saúde apagou, entretanto, a informação do seu sítio oficial na Internet.

O Instituto Português de Malacologia, uma associação científica sem fins lucrativos, dedica-se à promoção da investigação e educação científica na área da malacologia, o estudo de moluscos.



Pub
Mais em Saúde
Covid-19
Covid-19: Algarve regista mais de 9.900 casos ativos e 49 internamentos

Os números de novos casos diários de coronavírus SARS-CoV-2, casos ativos e internamentos associados à Covid-19 no Algarve continuaram

Covid-19: Semana com mais mortos, mais internados e mais novos casos

Nos últimos sete dias de avaliação da evolução da pandemia de covid-19 em Portugal, foram registados mais 157.502 novos casos, segundo o

INEM alerta para o esgotamento pelo calor

O esgotamento pelo calor ocorre em consequência da exposição a períodos de calor intenso, durante vários dias consecutivos, quando um

Alvor é palco de “Caminhada Pelo Coração”

De forma a assinalar o mês de maio sob o mote “o mês do coração”, será promovida uma caminhada  em Alvor, uma das freguesias da cidade.