Jornal diariOnline Região Sul

Sindicatos apresentam propostas para resolver falta de mão de obra no turismo

Três estruturas sindicais vão promover amanhã, terça-feira, 28, uma ação pública em Albufeira, para apresentar propostas e soluções para a resolução do problema da falta de mão de obra no setor turístico.

A iniciativa é promovida pela FESAHT – Federação dos Sindicatos de Agricultura, Alimentação, Bebidas, Hotelaria e Turismo de Portugal, pela União dos Sindicatos do Algarve e pelo Sindicato dos Trabalhadores da Indústria de Hotelaria, Turismo, Restaurantes e Similares do Algarve.

Depois de uma conferência de imprensa, pelas 12:00 horas, no largo de acesso à praia da Oura, os sindicalistas vão realizar uma ação pública, distribuindo um comunicado aos turistas, trabalhadores e população em geral.

O objetivo dos sindicatos passa por “fazer a apresentação pública das propostas e soluções para a resolução do problema da falta de mão de obra de que os patrões do setor tanto se têm vindo a queixar”.

Em causa, referem os sindicalistas, estão as “recorrentes denúncias públicas do patronato do sector do turismo, nomeadamente da AHETA e da AHRESP”, sobre a alegada falta de trabalhadores “em quantidade e qualidade para responder às crescentes necessidades das empresas”.

Para as estruturas sindicais, “a tão anunciada falta de mão-de-obra no setor da hotelaria e restauração é, por um lado, a constatação do resultado de anos de errada opção patronal e governamental de reduzir salários, direitos e condições de trabalho para embaratecer o custo do trabalho”.

Por outro lado, acrescentam, “são apelos ao governo e aos partidos da política de direita para aumentarem os apoios públicos à deslocação de trabalhadores nacionais de outras regiões do país e facilitarem a vinda de trabalhadores estrangeiros à procura de uma vida melhor, que estando deslocados são mais vulneráveis, servindo para garantir níveis de exploração laboral ainda maior e, por essa via, aumentar ainda mais os lucros das empresas e dos patrões do setor”.



Comentários

comentários