Jornal diariOnline Região Sul

Duas das ruas mais caras de Portugal ficam no concelho de Loulé

O Loteamento Fonte Santa, em Quarteira, e a Urbanização Varandas do Lago, em Almancil, são duas das localizações mais caras do país, para adquirir casa. O estudo do idealista coloca o concelho de Loulé no ranking dos mais caros e luxosos de Portugal.

Localizada mesmo no centro de Lisboa, a Rua do Salitre – junto à Avenida da Liberdade -, é a morada com a habitação à venda mais cara em Portugal. Os proprietários desta zona exclusiva da capital pedem em média 2.820.312 euros a quem quiser adquirir um dos seus luxuosos imóveis, segundo um estudo do idealista, o marketplace imobiliário de Portugal.

A medalha de prata deste ranking de luxo vai para a Urbanização Soltroia em Setúbal, com um preço médio de 1.926.818 euros, preço similar à Rua Fernão Mendes Pinto em Belém (Lisboa), que ocupa o terceiro lugar (1.912.731 euros).

Cascais está representada pela Rua Dom Afonso Henriques, a quarta morada com os preços mais exclusivos para comprar uma casa (1.839.138 euros). Segue-se o Loteamento Fonte Santa em Quarteira (Algarve), com um valor de 1.589.941 euros, e a Rua a Gazeta d’Oeiras (Oerias), onde o preço médio da habitação de luxo ronda os 1.588.235 euros.

No Porto encontra-se a sétima rua mais cara, a Avenida Marechal Gomes da Costa, que conta com casas a um preço médio de 1.520.000 euros. A lista das dez ruas mais caras completa-se com a Avenida 24 de Julho, em Lisboa (1.518.031 euros), a Urbanização Varandas do Lago em Almancil (1.460.909 euros), e a Avenida da República, em Lisboa (1.445.990 euros).


Comentários

comentários