Jornal diariOnline Região Sul

Desfile de moda encerra “7 Quintas” em Loulé

Encerra amanhã, dia 30 de agosto, as “7 Quintas no Comércio”, iniciativa conjunta entre a Câmara Municipal de Loulé, ACRAL - Associação do Comércio e Serviços da Região do Algarve e comerciantes do comércio local de Loulé, cujo propósito é dinamizar e valorizar o comércio desta cidade.

Para comemorar e celebrar as sinergias criadas ao longo destas 7 semanas, pelas 22h00, no Largo de S. Francisco, terá lugar o “Desfile de Moda das 7 Quintas”, apresentado pela consultora de moda e bloguer Alexandra Vanstalle. Mais de 20 lojas da cidade apresentarão as suas marcas, coleções, estilos, glamour e bom gosto, num momento de beleza que irá provar também que o comércio de Loulé está vivo e de boa saúde.

Participam neste desfile as seguintes lojas aderentes: E Jóias,  Moss Store, FOKUS FASHION STORE, Skulk Loulé, Sapataria Globo Dourado, Rituals - Beauty & Spa, Tea & Beer, Sabores Exóticos, Sapataria Casa Verde, Relóptica Óptica Médica, Cavalinho Loulé, Triumphloule, Vintage Store, Sapataria ZÁZÁ, I Love Loulé, Sigues, Cantinho da Céu, Atelier do Vestido, Mostacha,  Perdição do Aço e Zeza Cabeleireiros.

O desfile será animado pelo DJ Guilherme Gonçalves e, a anteceder este momento, sobe ao palco a banda Jacks and Cables.

Durante esta tarde/noite, a partir das 19h00, há várias propostas de animação em vários pontos da cidade, desde a apresentação do livro “Terra Diversa” de Luís Henrique, no Bean 17 Coffee&More, no Mercado Municipal (19h00), aula de zumba no Lagro de S. Francisco (19h00), feira de discos, livros e moedas, na Praça da República (19h30), música ao vivo com Catarina Cavaco no Café Calcinha (19h30), atuação do acordeonista Francisco Sabóia na Rua Maria Campina (20h30) e “O Teatro vai à Loja” na Sapataria S. Clemente , na Rua das Lojas (21h00).

Recorde-se que, de 19 de julho a 30 de agosto, as quintas-feiras nesta cidade foram muito animadas. O objetivo de trazer pessoas para a rua foi conseguido, muitos comerciantes aderiram à iniciativa e criaram momentos nos seus espaços, o teatro foi às lojas com mais anos de vida, a música e a animação estiveram na rua, além do importante envolvimento da comunidade local e associativa. Momentos que deixaram os comerciantes nas “7 quintas”.


Comentários

comentários