Jornal diariOnline Região Sul

Silves surpreende em Olhão e segue em frente na Taça de Portugal na companhia do Armacenenses

Jogadores e equipa técnica do Silves festejam após penálti decisivo

O Silves, da I Divisão Distrital, surpreendeu hoje o Olhanense, do Campeonato de Portugal (CP), no Estádio José Arcanjo, em Olhão, após grandes penalidades (4-2), apurando-se, na companhia do Armacenenses, para a 2.ª ronda da Taça de Portugal.

Na eliminatória inaugural da prova, apenas duas das seis equipas algarvias em ação seguiram em frente – ambas do concelho de Silves.

Além da surpresa protagonizada pelo «tomba-gigantes» Silves, também o Armacenenses festejou o apuramento, ao vencer fora o Juv. Évora, por 3-1. As quatro equipas algarvias derrotadas ainda podem ser repescadas para a 2.ª ronda.

No jogo mais importante da ronda, entre duas equipas da região, o Olhanense, do terceiro escalão nacional, não conseguiu impor o seu claro favoritismo teórico, face a um Silves, orientado por Nuno Costa, que tinha menos ritmo de jogo mas deixou boas indicações.

A equipa do escalão distrital aguentou o “nulo” durante 120 minutos e acabou por vencer, por 4-2, na marcação de grandes penalidades. Tiago Barros e Leandro Livramento falharam, enquanto André Tonon marcou o quarto e decisivo penálti.

O Armacenenses (CP) também seguiu em frente na Taça de Portugal, depois de ter batido fora o Juv. Évora (3-1). Os locais ainda marcaram primeiro, por Levy (22 minutos), mas os algarvios deram a volta, com tentos de Malaine (27), Anderson (72) e Wellington (90+2).

As outras três equipas algarvias foram eliminadas, com destaque para derrota caseira do Ferreiras, que milita no Campeonato de Portugal, frente a uma equipa do escalão distrital, o Lus. Évora (0-1).

Pedro Amendoeira, no quinto minuto de descontos, decidiu a partida para os eborenses.

Também a jogar em casa, o Almancilense, da I Divisão Distrital, perdeu com o Moura (0-1), graças ao golo solitário de Miguel Abreu (13), mas deixou boas indicações.

Apesar de ter jogado em inferioridade numérica a partir dos 16 minutos, a equipa de Almancil nunca foi inferior aos alentejanos.

Por fim, o Louletano, apesar de ter estado duas vezes em vantagem, foi eliminado na deslocação ao terreno do Amora, após prolongamento, em partida entre duas equipas do Campeonato de Portugal.

Benguelê marcou para a equipa de Fanã, aos 26, e Bruno Langa empatou para os locais (39). Chaba voltou a colocar o Louletano na frente (59) e Bertrande igualou aos 90 minutos, levando o jogo para “tempo extra”, onde o Amora acabou por festejar, com um tento de Diogo Tavares (97).

O sorteio da 2.ª elliminatória, que contará com a presença de Farense, Silves e Armacenenses, está agendado para terça-feira, 11, às 15:00 horas, no Auditório 2 da Cidade do Futebol.

[Notícia corrigida: Nuno Costa é o treinador do Silves, ao contrário do nome inicialmente apontado]



Comentários

comentários