Jornal diariOnline Região Sul

“O inacreditável acontece” e Jackson Martinez mostra-se a uma centena de adeptos do Portimonense

“O inacreditável acontece”, disse hoje o presidente da Portimonense SAD sobre a chegada do avançado colombiano Jackson Martinez, que foi recebido por uma centena de adeptos, assinou as primeiras camisolas com o seu nome e garantiu que vai dar tudo para retribuir a confiança.

“Sinto-me contente por ter esta nova oportunidade e estou com muita vontade de voltar a jogar, depois de quase dois anos sem oportunidade de competir. Sinto falta do jogo e estou a preparar-me bem, fisica e mentalmente, para regressar”, afirmou.

O jogador falava na conferência de imprensa de apresentação como reforço do clube algarvio, da I Liga de futebol, em que surgiu acompanhado pelo presidente da SAD, Rodiney Sampaio.

“O inacreditável acontece”, declarou Rodiney Sampaio, no início da conferência de imprensa, dando crédito ao técnico António Folha por ter iniciado os contactos com Jackson Martinez e agradecendo a aposta do dianteiro no emblema português.

O treinador do Portimonense assegurou que o clube vai dar todas as condições para que Jackson Martinez “volte a ganhar a felicidade de jogar, retomando aquilo que de melhor ele sabe fazer”, salientando que o jogador está preparado.

“Ele não está parado, ele tem vindo a trabalhar, e muito, para ganhar a condição que mais deseja. Vamos avaliar como está e, progressivamente, perceber até que ponto está em condições de ser utilizado. 90, 60, 30 [por cento], dependendo do estado físico dele e de como se vai sentindo, face à paragem prolongada”, disse.

Emprestado até final da época pelos chineses do Guangzhou Evergrande, Jackson Martinez, 31 anos, que não compete há dois anos, devido a uma lesão no tornozelo direito, quer dar as respostas dentro de campo.

“Em cada treino, em cada jogo. Treinar é uma coisa, mas o ritmo competitivo de um jogo é outra coisa, é mais exigente”, ressalvou, afirmando ainda que só está preocupado “em superar os dois anos” em que esteve sem jogar.

“Já se escreveu o que foi a minha passagem por Portugal. Desfrutei bastante desse período, mas agora só tenho de pensar no futuro, em dar o meu melhor dia a dia”, acrescentou o novo reforço dos algarvios, que ocupam o 18.º lugar da I Liga, com um ponto em quatro jornadas.



Comentários

comentários