CDS-PP recomenda medidas urgentes para proteger cavalos-marinhos na Ria Formosa

Os deputados do CDS-PP pretendem a adoção de medidas urgentes relativas à proteção “urgente e necessária” das espécies de cavalos-marinhos existentes em Portugal, especialmente na Ria Formosa.

No projeto de resolução, os centristas recomendam a intensificação da fiscalização necessária à prevenção da sua captura ilegal, a promoção de ações de educação ambiental junto da população escolar e da comunidade piscatória, em particular, com o objetivo de consciencializar para a importância da preservação destas espécies e do seu habitat em Portugal e, ainda, que a implementação destas medidas seja feita de forma articulada com os vários ministérios que tutelam as áreas envolvidas.

Pub

O aumento da procura do mercado asiático está a colocar em risco de extinção várias espécies marinhas, entre as quais o cavalo-marinho, uma espécie vulnerável à apanha ilegal.

Em 2001, a investigadora canadiana Janelle Curtis concluiu que em mais nenhum lugar do mundo havia uma população de cavalos-marinhos tão numerosa, como na Ria Formosa.

Nessa altura, ascendia a 1,3 milhões de indivíduos, mas hoje as estimativas apontam para cerca de 155 mil cavalos-marinhos. O CDS-PP cita, no requerimento, uma notícia recente do Expresso, segundo a qual o tráfico de cavalos-marinhos para a China estará a arrasar a presença destas espécies naquele parque natural algarvio.

“O agravamento dos dados sobre a espécie, recolhidos na Ria Formosa, revela a ineficácia das atuais formas de vigilância e a necessidade de implementação de medidas de proteção”, sustentam os deputados centristas.

Pub



Pub
Mais em Sociedade
Beja
Festival Internacional de Banda Desenhada de Beja arranca na sexta-feira

A banda desenhada volta a tomar conta da cidade de Beja, entre 27 de maio e 12 de junho, com um festival internacional que promete

Transição
São Brás: Sessão online aborda transição digital nas escolas

A transição digital nas escolas vai ser tema, amanhã, quinta-feira, 26, de uma sessão online, via Zoom, promovida por entidades de São Brás

Olhão
Olhão: MOJU promove melhorias em bloco habitacional

A MOJU – Associação Movimento Juvenil em Olhão reuniu esforços para promover pequenas melhorias no interior do bloco habitacional onde,

Portugal vai estudar implementação da semana laboral de quatro dias

Impacto da semana laboral de quatro dias, graças à aprovação de uma proposta parlamentar da esquerda durante o debate do OE 2022…