45% dos portugueses tem intenção de comprar um veículo elétrico nos próximos 5 anos – Estudo

Os veículos elétricos ainda geram alguns receios, nomeadamente na fiabilidade e segurança, de tal forma que entre os inquiridos de todos os países, 16% declaram não ter confiança, segundo dados do Observador Cetelem Automóvel.

Uma avaliação que é, no entanto, heterogénea: chineses, brasileiros e portugueses são os mais confiantes, em oposição aos inquiridos nos Estados Unidos da América e na Noruega.

Pub

Qual o futuro dos Veículos Elétricos ?

As quotas de mercado são ainda residuais, mas à escala global as intenções de compra estabelecem-se respetivamente em 57% para veículos híbridos e 43% para os elétricos nos próximos 5 anos. À semelhança do que se verifica ao nível global, em Portugal a propensão para a compra de veículos híbridos é superior à dos elétricos.

No entanto, os planos para a compra de um elétrico estão acima da média total do estudo (45% contra 43%), enquanto os híbridos estão relativamente abaixo (52% contra 57%). Numa análise mais detalhada às intenções de compra de veículos híbridos, destaca-se o México (80%), a Itália (76%) e ainda a Espanha e o Brasil (ambos com 75%). No que respeita os veículos 100% elétricos, também o México se encontra na linha da frente (72%), seguido do Brasil e da China (68%), e da Turquia (60%).

Os veículos elétricos vieram para ficar ?

Apenas 37% dos inquiridos consideram que estes valores se resumem a um efeito de “moda”. E, por essa razão, 85% dos automobilistas dizem que os veículos elétricos têm futuro. Estritamente no caso nacional, os portugueses são aqueles que menos concordam com a afirmação que o interesse nos veículos elétricos é passageiro (21%, contra os já mencionados 37% no global), e encontram-se acima da média quanto à crença no futuro dos veículos elétricos – 92%, mais 7 pontos percentuais que a média do estudo.

Os inquiridos chineses são aqueles que mais concordam com o efeito moda dos veículos elétricos (54%). Já o México e Brasil (com 97%) são os países que mais acreditam no futuro dos veículos elétricos, ao contrário dos automobilistas alemães, com apenas 68% de respostas nesse sentido.

Pub

Para consultar o estudo completo, clique aqui.

Parceiros e Metodologia

Para o Observador Cetelem Automóvel 2019, as análises económicas e de marketing, bem como as previsões, foram realizadas em colaboração com a empresa de estudos e consultoria C-Ways (www.c-ways.com). As entrevistas no terreno foram conduzidas pela Harris Interactive, durante os meses de junho e julho de 2018, na África do Sul, Alemanha, Bélgica, Brasil, China, Espanha, Estados Unidos, França, Itália, Japão, México, Noruega, Polónia, Portugal, Reino Unido e Turquia.  No total, foram inquiridos pela CAWI mais de 10.600 indivíduos em 16 países. Com idades compreendidas entre os 18 e os 65 anos, fazem parte das amostras representativas de cada país. A representatividade da amostra é assegurada pelo método de quotas (sexo, idade). Em Portugal foram realizadas 500 entrevistas.



Pub
Mais em Economia
ACRAL
ACRAL apresentou projeto «E-Algarve» para ajudar empresas na transição digital

A ACRAL – Associação do Comércio e Serviços da Região do Algarve apresentou ontem, quinta-feira, o projeto «E-Algarve», que pretende ajudar

Silves aprovou candidaturas PAHAB e PARJPI

A Câmara Municipal de Silves aprovou, nas reuniões do executivo, as candidaturas para atribuição de apoio financeiro à reabilitação urbana.

Porto de Sines esteve na Assembleia do Projeto PLANET

A Comunidade Portuária e Logística de Sines participou na primeira Assembleia presencial do #PLANETproject. A reunião teve lugar em Valência.

JYSK renova a sua loja em Albufeira

Esta reabertura da JSYK, a gigante dinamarquesa, faz parte do objetivo de renovação das suas lojas com o novo conceito 3.0, que será