Jornal diariOnline Região Sul. O seu portal de notícias Algarve e Alentejo Portugal

Faro promove recolha de donativos para apoiar vítimas de ciclone em Moçambique

Dionísio Muchine agradece gesto de solidariedade em encontro com Rogério Bacalhau

A Câmara Municipal de Faro vai organizar, até final do mês, a recolha de donativos para apoiar as vítimas do ciclone Idai, que provocou centenas de mortos e desalojados em Moçambique.

Os bens necessários – produtos alimentares (enlatados com validade prolongada), produtos de higiene pessoal e roupas – poderão ser entregues pelos cidadãos no quartel dos Bombeiros Sapadores de Faro, até dia 31 de março.

A iniciativa surge na sequência da tragédia que afetou aquele país africano, realizando-se em articulação com a comunidade moçambicana residente no concelho e na região algarvia e a Embaixada de Moçambique.

O presidente da Câmara Municipal de Faro, Rogério Bacalhau, reuniu-se ontem, quinta-feira, com Dionísio Muchine, representante da comunidade moçambicana no concelho, e expressou a sua máxima solidariedade com o povo moçambicano.

“É uma forma de contribuir para minorar esta tragédia que afetou o povo irmão de Moçambique. Vai levar algum tempo até a situação voltar à normalidade, pelo que toda a ajuda e solidariedade são necessários neste momento”, salientou o autarca, num momento acompanhado pelo diariOnline Região Sul.

Rogério Bacalhau recordou as “relações profundas” do município de Faro com Moçambique, que passam pela geminação com Maxixe e um acordo de cooperação com Nampula, territórios afetados indiretamente pelo ciclone, nomeadamente nas ligações da rede viária local.

“Estamos disponíveis para fazer chegar a Moçambique toda a ajuda necessária, porque é nosso dever dizer que estamos presentes e queremos ajudar nesta hora de tragédia”, sublinhou o autarca farense, apelando à solidariedade dos municípes farenses.

Dionísio Muchine, representante da comunidade moçambicana no Algarve, agradeceu de forma sentida o apoio da comunidade farense “nesta hora muito difícil e sensível”.

Os Bombeiros Sapadores de Faro estão prontos para receber todos os donativos entregues pela população e também pelos parceiros da rede social de Faro, que serão depois entregues em Lisboa e enviados para Moçambique, em articulação com a embaixada do país africano.



Exit mobile version