Portugueses mais confiantes na situação do país

O entusiamo e otimismo vividos de forma generalizada pelos europeus em 2018 parece prevalecer em 2019, ano que confirma esta tendência a nível global, segundo um estudo do Observador Cetelem Consumo 2019.

Embora esperem uma melhoria da sua situação pessoal, a perspetiva dos europeus relativamente aos respetivos países aponta para uma estabilização. Quanto aos portugueses mostram-se confiantes relativamente à situação do país (5,5) e estão mesmo acima da média europeia (+0,1 pontos).

Pub

Entre os 17 países inquiridos pelo estudo, a nota média dada pelos europeus à situação atual do seu país aumentou ligeiramente para 5,4 pontos, mais 0,1 que no ano transato, contudo, trata-se de um aumento inferior aos dados registados no Observador Consumo do ano anterior (+0,3 pontos). Os países em que a satisfação com a situação do seu país mais aumentou são a Dinamarca (7,2 pontos, +0,5 que m 2018) e a Itália (4,9 pontos, +0,4).

Os inquiridos portugueses também parecem estar mais otimistas na situação do país, mais 0,1% em comparação com o ano passado e mais 0,1% do que a média europeia dos países inquiridos – 5,4 pontos nas duas situações. Este é o quarto ano consecutivo em que a classificação de Portugal aumenta.

A estabilização relativa da média europeia deve-se a um grupo de 7 países cuja nota é inferior à média, apesar do aumento observado em 6 destes países. A nota dada pelos franceses situou-se abaixo de 5/10, tendo sido registado o maior decréscimo anual de sempre (-0,5 pontos).

Os países mais pessimistas incluem, tal como em edições anteriores do Barómetro Europeu do Observador Cetelem Consumo, a maior parte dos países do Leste da Europa, continuando a Bulgária a liderar esta tendência negativa (3,7 pontos). Pelo contrário, os países do Norte continuam a evidenciar um otimismo sólido, com a Noruega na frente deste grupo de países (7,4; mais 0,2 pontos). O Reino Unido não parece ainda inquietar-se com as incertezas relativas ao Brexit, com 5,9 pontos (+0,3).

Pub

Parceiros e Metodologia

Para o Observador Cetelem Consumo 2019, os inquéritos quantitativos aos consumidores foram conduzidos pela Harris Interactive entre 27 de novembro e 10 de dezembro de 2018, numa amostra de 13 800 indivíduos com idades compreendidas entre os 18 e os 75 anos. Os inquéritos foram realizados através de entrevistas pessoais assistidas por computador (CAPI). Os indivíduos inquiridos fazem parte de amostras nacionais representativas de cada país. A representatividade da amostra total foi garantida através do método de quotas (género, idade, PCS/rendimentos, região). País: França (FR), 1 O00 indivíduos inquiridos. Alemanha (DE), Áustria (AT), Bélgica (BE), Bulgária (BG), Dinamarca (DK), Espanha (ES), Hungria (HU), Itália (IT), Noruega (NO), Polónia (PL), Portugal (PT), República Checa (CZ), Roménia (RO), Reino Unido (UK), Eslováquia (SK), Suécia (SU): 800 indivíduos inquiridos por país.



Pub
Mais em Economia
Inflação atinge recorde de 8,1% na UE

Taxa de inflação homóloga da zona euro manteve-se estável nos 7,4% em abril, face a março, segundo informa o Eurostat.

Lagos recebeu empresários brasileiros com vista a futuras parcerias

A cidade de Lagos foi um dos pontos de passagem da delegação da missão ACIB…

Associação Empresarial de Sines e Porto de Luanda assinam protocolo

A Associação Empresarial de Sines (AES) e o Porto de Luanda assinaram um Protocolo de…

AHETA
AHETA e Aviludo firmaram parceria estratégica

A AHETA – Associação dos Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve e a Aviludo firmaram uma parceria estratégica que visa reforçar a